Não é piada: saiba como ganhar mais de R$ 10 mil por post criando memes

economia
15.02.2020, 07:10:00
Atualizado: 15.02.2020, 16:06:13
Fábio só viu que poderia ganhar dinheiro com os memes, quando passou a ganhar mais que a mãe, que tinha um salário de R$ 1 mil na época. (Foto: André Moreira/ Divulgação)

Não é piada: saiba como ganhar mais de R$ 10 mil por post criando memes

Criador do perfil @soueunavida, Fábio Santana acumula mais de 8,6 milhões de seguidores e mostra como monetiza seu perfil de humor nas redes sociais

Era uma vez um carinha que estava meio de bobeira terminando o nível médio sem saber muito bem se encarava ou não uma faculdade de engenharia química. Até que um dia, ele criou um meme. E dois. E vários. Muitos, na verdade. E aí o perfil @soueunavida ganhou seu primeiro seguidor. Uma semana depois já eram 10 mil pessoas rindo, compartilhando e comentando as piadas pensadas pelo digital creators carioca, Fábio Santana. No primeiro mês a página estava lá atingindo a marca de 100 mil. 

O que parecia um hobby virou um negócio depois que Fábio conquistou 500 mil seguidores e passou a ganhar mais que a mãe, que trabalhava como promotora de vendas. Em quase cinco anos, os R$ 1 mil e mais alguma coisa da primeira parceria que fechou com um banco aumentou dez vezes. Até a mãe de Fábio que não queria ele “perdendo o tempo com essas coisas”, mudou logo de ideia: 

“Ela ficou doida. No inicio ela não gostou porque começou a tomar bastante o meu tempo, mas depois que ela viu que dava um retorno financeiro ela também me apoiou: 'menino... Faz isso, pode fazer mais garoto, cadê'?”, lembra o digital creators, que está a frente também dos perfis @DonaHerminia, @PrecisamosConhecer e @EuSouDessaEpoca

“Não sabia que isso dava dinheiro, que era uma renda de trabalho. Virou um negócio mesmo. No inicio o objetivo era entreter as pessoas e tudo mais. Hoje ganho 10 vezes mais do que no começo. Grande parte da monetização do perfil vem de redes de fast foods, aplicativos, bancos e por aí vai”, completa. 

Viralizou

E muita gente se identificou com as piadas do Fábio. Até mesmo celebridades como Ludmilla, Giovanna Ewbank, Paulo Gustavo e Bruna Marquezine estão entre os 8,6 milhões de seguidores da página @soueunavida no Instagram, depois que passou a ganhar a vida fazendo memes. Recentemente, além de parcerias para a divulgação do filme Minha Mãe é uma Peça 3 com o perfil @DonaHerminia, o @soueunavida está também fazendo memes para o BB20. 

“Para ganhar dinheiro é preciso apostar em publicidade. O influenciador ele pega um produto e tira uma foto com o produto. A gente de meme pega o produto, faz o meme com ele ou alguma situação que faça as pessoas se engajarem com aquilo, chamar a atenção e consequentemente, dar o retorno de vendas, reconhecimento da marca e seguidores para o Instagram da empresa. O meme faz todo esse conjunto todo”.

Em entrevista exclusiva ao CORREIO, Fábio Santana conversou sobre criatividade digital, suas inspirações e ainda deu dicas de como monetizar perfis de redes sociais. Você pode até rir da galeria de memes mais estourados que a gente montou logo abaixo, mas acredite: fazer memes dá dinheiro.  Quer saber como?  Confira a seguir: 


Como surgiu a ideia de criar os perfis? Como esta ideia cresceu e ganhou escala?

Quando eu terminei meu ensino médio estava lá resolvendo o que é que eu ia fazer da minha vida, escolher faculdade e tudo mais. Fiquei com um tempinho bastante ocioso nesse período e falei: nossa, eu quero ter uma página! Sempre fui muito fã de perfis de humor, de memes e vídeos humorísticos e eu precisava ter um pra mim. Foi então que eu pensei no @soueunavida

O nome ajudou bastante lá naquela época. Me peguei lendo o que as pessoas comentavam e sempre via algo como "sou eu" ou "muito eu".

Os seguidores se identificaram com os vídeos e a forma que eu fazia as legendas. Então, acho que lá na hora de crescer, o primeiro boom, veio justamente por causa do nome e das legendas que provocavam esta identificação. 


Quanto você começou a faturar no inicio e quanto esse valor cresceu? Dá mesmo para ganhar dinheiro com memes? Como?  

O meme hoje é a forma mais atrativa de chamar atenção para o seu negócio, o seu perfil. As pessoas querem, usam a rede social para entretenimento. Chega cansado do trabalho, senta e para ver os memes e ali é um momento de lazer, um momento de riso.

É algo que vem crescendo muito e as pessoas buscam isso.  Eu comecei a ganhar dinheiro quando eu tinha 500 mil seguidores.

Não foi assim algo rápido também, eu batalhei bastante para alcançar uma marca de seguidor pra depois começar a ganhar dinheiro. O ‘boom’ foi em 2016, nas Olimpíadas do Rio. Eu tinha lá para os meus 500 mil seguidores e comecei a fazer meme ao vivo do que acontecia no evento.

Então, as pessoas começavam a vir para minha página acompanhar e ver aquilo de uma forma engraçada e isso pra mim foi muito legal, eu ganhei muito seguidor. Foi a época que eu alcancei meu primeiro milhão.  

Por conta desse engajamento as próprias empresas costumam me procurar para fechar parcerias. Hoje também eu faço parte de agencia que cuida disso e elas vendem o perfil, vão espalhando o meu mídia kit e inserindo também nas ações de marketing.


O que é determinante não só para fazer rir nas redes sociais, mas transformar esse talento de fazer graça em fonte de renda? 

Eu não sabia que meme dava dinheiro com 500 mil seguidores que eu me liguei e começou a vim trabalho. Eu acredito que o meu humor seja o mais leve possível. Qualquer pessoa hoje consome memes.

Desde o meme mais leve ao mais pesado. Eu fico com o meme mais leve, porque eu consigo pegar todos os públicos, desde criança aos mais velhos.  É um humor bobo ali.

Sabe aquela coisa que você rir e se pergunta por que está rindo disso? Esses - para mim - são os melhores. Não insulta ninguém, não fala mal de ninguém, é só para rir mesmo.

As legendas são muito importantes para atrair estes seguidores.  Eu posto sempre um conjunto de memes com fotos e vídeos, muita coisa de mãe, tia, avó... Os filhos mandam para elas e um movimento muito legal. E é isso que torna o meu trabalho viral.


A concorrência é grande. Qual o segredo para ganhar mercado e, principalmente, fidelizar seguidores? 

Sim, a concorrência é grande e o humor está muito criterioso. Existem várias pessoas desse nicho que trabalha com memes. O segredo é você tentar ser o mais original possível. Sempre atualizando o perfil com assuntos novos todos os dias e ser o primeiro a postar.

Estar ali antenado com os acontecimentos e ser aquele que vai ser o primeiro a postar um vídeo viral, porque o seu vai viralizar mais e primeiro do que o dos outros.

Consequentemente, você vai ganhar destaque nisso e trazer mais seguidores para você e também credibilidade para os seus que já estão ali. E fidelizar é estar ali toda hora, fazer quatro posts a cinco por dia, sempre estar postando. Não pode deixar um dia sem postar. 


Na sua opinião, como o meme influencia as pessoas?

O meme é uma linguagem hoje dia. Temos o português, o inglês, e temos a língua ‘memética’ digamos (risos). É a forma atual de se comunicar e ele está em tudo. É uma forma que chama atenção das pessoas para lerem aquilo ali, entender e se comunicarem entre si. As figurinhas que cada um manda um para o outro é uma linguagem sabe?

As vezes eu faço um meme proposital com a escrita errada, para dar um tom mais engraçado na postagem tem algumas pessoas que não entendem e vem corrigir o português.

Agora quem está lendo isso  vai entender, que as vezes a gente faz de proposito para dar mais graça – isso não deixa de ser uma prova de que o meme influencia sim. Existe a licença poética e a gente tem a nossa ‘licença memética’ também. 


E na hora de ‘bombar’ um post, o que fazer? 

O post pode ser o melhor, mas o que vai bombar no seu perfil são os comentários e a interação que aquele post é capaz de provocar.

Por isso, não erre nunca a legenda. Se isso acontece, você estraga aquele post, ele vai ser ‘flop’.  Flop na nossa linguagem é quando não dá certo.

Uma coisa que foi ruim, que não emplacou, não viralizou nem teve muita interação. Um erro de legenda pode ser um motivo para o flop. 


TRÊS PASSOS PARA CRIAR UM MEME

1º passo: Busque uma imagem ou vídeo e pense uma legenda que possa viralizar. 

2º passo: Passe uma mensagem clara e com referências e contextos fáceis de entender. Os melhores memes são aqueles que você para e pensa: sério que eu estou rindo disso? De tão bobos que são. 

3º passo: Você pode editá-lo tanto no computador como também no celular. Com o app do Photoshop dá para editar as imagens e com o app Inshot, os vídeos. E aí é só baixar no celular o aplicativo Meme Generator. Para gifs, use o  aplicativo Giphy. 


11.285 comentários
11.285 comentários (Reprodução)
2.034 comentários
2.034 comentários (Reprodução)
11.501 comentários
11.501 comentários (Reprodução)
9.489 comentários
9.489 comentários (Reprodução)
4.665 comentários
4.665 comentários (Reprodução)
1.465 comentários
1.465 comentários (Reprodução)
1.545 comentários
1.545 comentários (Reprodução)


MEME ESTOURADO

Para vencer a concorrência Seja original e não deixe de postar um dia sequer, uma média de quatro a cinco memes. 

Legenda É a coisa mais importante para engajar um seguidor. Por isso, nunca erre na legenda. 

Linguagem  'memética' Se jogue e seja criativo trazendo novidades e inovando também nos formatos. Seja o primeiro a postar. 

Identificação O seguir precisa se identificar com o perfil, por isso o nome da página tem que provocar isso. 

Boom Fique atento a melhor oportunidade de provocar um boom de seguidores no seu perfil. No caso do Fábio santana, ele usou a cobertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro para chegar ao seu primeiro milhão de seguidores. 


QUEM É

Fábio Santana tem 23 anos é o criador dos perfis @soueunavida, @DonaHerminia, @PrecisamosConhecer e @EuSouDessaEpoca. Só o primeiro, acumula mais de 8,6 milhões de seguidores no Instagram e 400 milhões de visualizações semanais.  


TOP 10 DE MEME MAKERS 

1. Sincero Oficial (@sincerooficial) 17,1 milhões de seguidores

2. FunnCob (@funncob) 8,8 milhões de seguidores

3. Nazaré Tedesco (@nazareamarga) 6,5 milhões de seguidores

4. Come Corda (@comecorda) 4,8 milhões de seguidores]

5. Bode Gaiato (@bodegaiato) 3,8 milhões de seguidores

6. Esse Dia foi Foda (@essediafoifoda) 3,3 milhões de seguidores

7. Disney Irônica (@ironicadisney) 2,8 milhões de seguidores

8. Diva Depressão (@divadepressão) 1,6 milhões de seguidores

9. Surreal (@instasurreal) 1,4 milhões de seguidores 

10. Se ficar puto é pior (@seficarputoepior) 1,1 milhões de seguidores


 
 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-2-a-fuga-do-deposito/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neymar-sera-desfalque-no-carnaval-2020-dessa-vez-sem-polemica/
Craque brincou com a situação em vídeo no Instagram; em 2019 ele estava em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-vai-abrir-desfile-icada-nesta-sexta-feira-21-assista/
Cantora comanda bloco Blow Out, no circuito Dodô (Barra-Ondia)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cid-gomes-tem-quadro-clinico-estavel-diz-boletim-medico/
Cid foi baleado durante um protesto de policiais militares no Ceará
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-pipocas-de-saulo-e-anitta-e-novidade-na-barroquinha/
Quadro é apresentado pelo chefe de reportagem Jorge Gauthier
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/do-paredao-para-o-trio-o-poeta-e-la-furia-levam-pagodao-a-barra/
Bandas foram umas das últimas a se apresentar na noite desta quinta (20)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-o-que-rolou-de-melhor-no-primeiro-dia-do-carnaval/
Muita pipoca, Claudinha de guarda, volta de Brown...
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-usa-look-em-homenagem-as-guardas-municipais-de-salvador/
A loira chegou ao circuito escoltada por uma viatura da Guarda Municipal
Ler Mais