Nasa investiga crescimento de anomalia que pode causar caos nas comunicações

em alta
20.08.2020, 19:04:29
Atualizado: 20.08.2020, 19:09:03
Falha é localizada no Atlântico Sul (Foto: Shutterstock)

Nasa investiga crescimento de anomalia que pode causar caos nas comunicações

Falha no campo magnético do planeta pode interromper funcionamento de satélites

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Nasa está investigando uma anomalia do campo magnético da Terra localizada ao sul do Oceano Atlântico. A agência espacial americana notou que essa região teve uma "pequena evolução" nos últimos anos. As informações são da BBC.

A existência desta falha pode causar grandes problemas para satélites e espaçonaves. Isso porque nessa região a quantidade de partículas expelidas pelo sol é maior do que no resto do planeta, podendo derrubar computadores de bordo e a coleta de dados de satélites.

Estudando a anomalia, cientistas observaram que a região está crescendo e se expandindo para o oeste. E ela também começou a se dividir.

Os satélites desligam seus componentes não essenciais ao passar por essa falha. Caso sejam atingidos e entrem em curto-circuito, sofrendo uma falha temporária ou danos permanentes em algum componente, todo o sistema de comunicações do planeta que depende deles pode entrar em colapso.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas