NBA pagará salário integral aos atletas em abril mesmo paralisada

esportes
09.04.2020, 18:11:00
Atualizado: 09.04.2020, 18:11:12
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

NBA pagará salário integral aos atletas em abril mesmo paralisada

Liga americana de basquete informou às equipes que não haverá desconto nas folhas de pagamentos dos jogadores

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os jogadores da NBA vão receber seus salários de forma integral neste mês de abril apesar de a liga norte-americana de basquete estar paralisada há quase um mês. A maioria dos atletas serão pagos no dia 15, próxima quarta-feira.

Por meio de um memorando, ao qual a Associated Press teve acesso, a NBA informou às equipes que não haverá desconto nas folhas de pagamentos dos atletas. A liga norte-americana e a Associação Nacional de Jogadores da NBA têm conversado por semanas sobre o status dos salários depois da interrupção da temporada.

No entanto, a manutenção integral dos salários agora não significa que o cenário não mudará nos próximos meses, uma vez que, segundo o contrato de trabalho firmado entre a liga e os jogadores, diante de circunstância imprevisíveis provocadas por uma pandemia como a atual, os atletas podem perder 1,08% do salário anual de cada jogo cancelado.

Grande parte dos jogadores da NBA são pagos nos dias 1º e 15 de cada mês. No pagamento agendado para maio, ainda não está claro se os vencimentos serão afetados pela possibilidade de encurtar a temporada ou não terminá-la.

O último jogo disputado da NBA aconteceu no dia 11 de março, data em que o pivô do Utah Jazz, Rudy Gobert, testou positivo para o coronavírus e se tornou o primeiro jogador da liga infectado pela doença.

A pandemia levará ao atraso de pelo menos 259 jogos da temporada regular até 15 de abril, quando se encerraria a temporada regular. O comissário geral da NBA, Adam Silver, disse no início desta semana que nenhuma decisão sobre o restante da temporada, incluindo se a competição pode ser retomada, seria anunciada antes de maio.

Nenhum dos jogos foi cancelado ainda. Os playoffs começariam em 18 de abril, e as perdas de receita se a temporada for abreviada ou não for concluída podem chegar a centenas de milhões de dólares.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas