Negacionista é condenada por tossir em jovem com tumor cerebral nos EUA

em alta
10.04.2021, 10:43:27
Atualizado: 10.04.2021, 10:50:07
(Foto: Jacksonville Sheriff's Office)

Negacionista é condenada por tossir em jovem com tumor cerebral nos EUA

Além de passar um mês na cadeia, americana irá passar por avaliações psicológicas

Uma mulher foi condenada a 30 dias de prisão após ter tossido de propósito no rosto de uma jovem nos Estados Unidos. O episódio ocorreu em junho de 2020, mas Debra Hunter só foi condenada nesta quinta-feira (8), segundo a emissora "First Coast News".

A vítima, Heather Sprague, faz tratamento contra um tumor cerebral, o que a coloca no grupo de risco. Ela passou por um teste logo depois do episódio, que deu resultado negativo, mas, para ela e para a Justiça, não diminuiu a gravidade do ato.

Debra ainda terá que pagar uma multa no valor de US$ 500, cumprimento de seis meses de liberdade condicional e participação de uma avaliação de saúde mental, em se tratando de controle de raiva, informou a agência de notícias "Associated Press", citando um comunicado de David Chapman, diretor de comunicação do gabinete do procurador da Flórida em Jacksonville. 

"Ela (Debra Hunter) disse 'Acho que vou chegar bem perto de você e tossir sobre você, que tal isso?'", lembrou Heather no tribunal, pouco antes de a promotoria exibir o vídeo que flagrou o ataque. Assista:

Debra, que é negacionista, foi condenada também a reembolsonar o teste de covid-19 que Heater precisou fazer.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas