Negro na arte é tema de palestra do Instituto Antônio Carlos Magalhães de Ação, Cidadania e Memória

entretenimento
14.06.2011, 05:26:00

Negro na arte é tema de palestra do Instituto Antônio Carlos Magalhães de Ação, Cidadania e Memória

Quadros de Anita Malfatti e Emmanuel Zamor serão usados nas palestras

Redação CORREIO

A contribuição dos negros para a  história da arte   é   resgatada hoje e amanhã em duas palestras promovidas pelo Instituto Antônio Carlos Magalhães de Ação, Cidadania e  Memória (IACM), em parceria com o Instituto de Educação Brasil-Espanha (Iebe).


Batizada de O Negro na Historiografia da Arte Mundial, as palestras acontecem das 18h30 às 21h30, no salão nobre da Escola de Belas Artes da Ufba, no Canela, e são ministradas pela diretora do Iebe, Luciana Brito, 39 anos, doutora pela Universidade Politécnica de Valência (Espanha).


Apesar de a cultura negra ser um dos pilares da formação do nosso país,  Luciana destaca como a maioria dos  brasileiros desconhece os artistas negros que  possuem um importante  papel dentro da história da arte nacional. “O preconceito velado que existe no país faz com que seja difícil de encontrar, até nas universidades, cursos que dêem conta desse universo”, diz Luciana.

Com o auxílio de muitas imagens, algumas delas raras, a professora pretende apresentar um vasto panorama sobre o assunto. Desde  a primeira citação a um artista africano, na década de 1940, num livro de história  de arte americana, até os artistas negros contemporâneos serão abordados. “Vamos falar, por exemplo, de um artista baiano pouco conhecido como o  Emmanuel Zamor,  e também de Manuel Quirino, o principal historiador da arte da Bahia”.

A professora também pretende lançar algumas provocações, ao destacar  como “nem toda arte produzida por negros hoje precisa fazer referência à Africa”. Gestora de projetos do IACM, Cláudia Vaz, 52, ressalta como essa palestra se alinha com a missão educional e cultural do instituto. “Esse é o primeiro de uma série de eventos que virão voltados a professores e estudantes em geral”, promete.

Interessados em assistir às palestras ainda podem se inscrever, gratuitamente, numa das 20 vagas disponíveis pelo site www.iebeonline.com. Mais informações pelo telefone 3181 4256.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas