Neymar prioriza Champions e esnoba a Bola de Ouro: 'Já nem ligo'

esportes
27.04.2021, 15:00:00
"Com certeza, lá na frente vou olhar para trás e ver que ganhei uma, duas, três, quatro Champions. Isso é o mais importante", disse Neymar (Foto: PSG/Divulgação)

Neymar prioriza Champions e esnoba a Bola de Ouro: 'Já nem ligo'

PSG enfrenta Manchester City nesta quarta-feira (28), pela partida de ida das semifinais da Liga dos Campeões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Paris Saint-Germain faz nesta quarta-feira (28) a partida de ida das semifinais da Liga dos Campeões da Europa contra o Manchester City, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris. Na véspera do duelo, o técnico e um jogador de cada time participa de uma entrevista coletiva. Desta vez Neymar, que não é muito assíduo nesse tipo de situação, foi o escolhido pelo clube francês para estar ao lado do treinador argentino Mauricio Pochettino.

O craque brasileiro destacou que seu foco agora é a conquista do título da Liga dos Campeões, que quase aconteceu na temporada passada - perdeu a final para o Bayern de Munique por 1x0, em Lisboa. Questionado sobre o sonho de ganhar a Bola de Ouro, o prêmio de melhor jogador do ano dado pela Fifa, o camisa 10 do Paris Saint-Germain afirmou que "não está nem aí" para essa premiação individual.

"Estou muito feliz com a temporada que o PSG está fazendo. A questão da Bola de Ouro, já nem ligo para isso. Não é uma coisa que eu penso, para ser bem sincero eu não estou nem aí. Quero é ganhar a Champions League, quero vencer. Isso com certeza faz a diferença na minha vida, na minha carreira. Com certeza, lá na frente vou olhar para trás e ver que ganhei uma, duas, três ou quatro Champions. Isso é o mais importante", disse Neymar.

Questionado sobre se o atacante Kylian Mbappé, seu companheiro no Paris Saint-Germain, está à sua frente na disputa pela Bola de Ouro, o brasileiro minimizou a "concorrência" e fez questão de destacar a qualidade de seu colega de ataque.

"A gente tem uma grande amizade, é um grande jogador e vem demonstrando isso a cada ano. Espero que ele siga fazendo gols, que continue jogando bem. Claro que vou sempre torcer para que ele atinja todos os recordes possíveis. Além de um bom jogador é uma boa pessoa. Tenho certeza que ele está no caminho certo também", afirmou.

O brasileiro destacou as campanhas recentes do time francês na Liga dos Campeões, que fazem com que, segundo ele, o respeito seja maior por parte dos rivais.

"O PSG cresceu sim, é um clube mais respeitado. Você fala em PSG, sabe que está entre os quatro, cinco, seis melhores de todas as ligas. É o respeito que o PSG merece, foi atrás isso. É uma equipe forte, estamos entre as quatro melhores. Ficamos em segundo ano passado, esse ano vamos fazer de tudo para ficar com o título", completou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas