Neymar resolve, Brasil vence o México e está nas quartas: 2x0

esportes
02.07.2018, 12:52:00
Atualizado: 02.07.2018, 17:01:54
Neymar abre o placar contra o México aos cinco minutos do segundo tempo na Arena Samara (Fifa/ Divulgação)

Neymar resolve, Brasil vence o México e está nas quartas: 2x0

Camisa 10 marca gol de carrinho e é decisivo pela primeira vez no Mundial

Ele levou quatro jogos para chamar a responsabilidade, mas foi decisivo na hora certa. Com um gol e um chute que serviu de assistência, Neymar foi o destaque da vitória sobre o México por 2x0 que garantiu a classificação do Brasil às quartas de final da Copa do Mundo, em Samara, na Rússia. 

Agora, a seleção brasileira enfrentará a Bélgica na próxima fase, sexta-feira (6), às 15h, em Kazan.

A rede foi estufada pelo camisa 10 sem a categoria habitual. Não foi de letra, por cobertura ou de chapa. Após um primeiro tempo disputado, o gol que abriu o placar na Arena Samara foi marcado por Neymar de carrinho, aos 5 minutos do segundo tempo. O outro gol também teve participação dele. De cara com Ochoa, Neymar bateu e viu a bola ser desviada com o pé pelo goleiro e sobrar livre para Firmino fechar o placar, já aos 42 minutos. 

Apesar do placar tranquilo, a partida não foi. No início, o Brasil tinha mais posse de bola, mas eram os mexicanos que tocavam a bola, apresentavam repertório mais amplo e produziam as melhores jogadas e escutavam sonoros gritos de "olé" vindos da arquibancada.

O futebol verde e amarelo só apareceu a partir dos 24 minutos, quando Neymar balançou diante dos zagueiros e os deixou para trás. No cara a cara com Ochoa, melhor para o goleiro rival, que conseguiu espalmar. Na sequência, Coutinho mandou por cima do travessão.  

Gabriel Jesus também arriscou. Após boa jogada individual, bateu contra a meta mexicana e Ochoa apareceu bem outra vez.

A Seleção voltou bem para o segundo tempo, que começou da mesma forma que terminou o primeiro, com o Brasil atacando e Ochoa defendendo. Logo aos dois minutos, Coutinho invadiu a área e mandou uma bomba, mas o goleiro mexicano adiou o grito da torcida brasileira.

Bastou esperar mais três minutos para extravasar. Neymar avançou e deixou de calcanhar para Willian, que carregou pela esquera e cruzou rasteiro. Já dentro da pequena área, Gabriel Jesus não conseguiu chegar na bola, mas o camisa 10 também acompanhou a jogada, empurrou a bola pra rede de carrinho e marcou o 57º gol dele com a camisa amarelinha: 1x0. 

O tento fez Neymar deixar Romário para trás e se isolar como quarto maior artilheiro da seleção brasileira, atrás apenas de Pelé, Ronaldo e Zico. 

A desvantagem no placar derrubou o México, que não conseguiu mais se impor. E o Brasil seguiu atacando. Sozinho, Paulinho recebeu de Fagner, bateu de primeira e exigiu defesa de Ochoa. O México respondeu com Vela, de fora da área, e Alisson afastou o perigo.

Os mexicanos até tentaram reagir, mas era o Brasil que criava as melhores oportunidades. Willian chutou mais uma vez e, em outro lance, serviu Gabriel Jesus, mas o camisa 9 errou a pontaria.

O Brasil venceu o México com Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro, Paulinho (Fernandinho) e Coutinho (Firmino); Willian (Marquinhos), Gabriel Jesus e Neymar.