Nissan Versa entra em novo patamar

brasil
30.10.2020, 06:00:00
Completamente atualizado, o Nissan Versa chega ao Brasil importado do México. Os preços vão de R$ 72.990 a R$ 92.990 (Fotos de Pedro Bicudo/Nissan)

Nissan Versa entra em novo patamar

Atualizado, sedã impressiona pelo visual e novas tecnologias

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em outubro de 2011, durante o test drive de lançamento do March em San Diego, nos Estados Unidos, a Nissan fez uma surpresa aos jornalistas brasileiros. Mostrou o Versa, um sedã que encantou pelo espaço interno. Inicialmente, o veículo era importado do México e posteriormente passou a ser produzido em Resende, interior do Rio de Janeiro. 

Esse modelo recentemente foi renomeado para V-Drive. O motivo é nobre, o novo Versa segue em linha e agora batiza um modelo muito mais arrojado, que tem predicados que vão além do espaço e do custo/benefício. Essas características continuam, mas a estética agora pesa a favor e a tecnologia também se destaca. A estratégia é a mesma do modelo inicial: importação do México - que também fornece para o mercado norte americano. Se tudo der certo, será produzido no Rio de Janeiro futuramente.

Em tempos de pandemia, a apresentação foi feita em uma pista de testes no interior de São Paulo, onde puder fazer diversos ensaios com o modelo. Meu primeiro contato com o veículo foi no final do ano passado, no Salão de Los Angeles, nos EUA. Em uma mostra automotiva, com diversas estrelas, seu destaque foi menor. Sem concorrentes de nível superior ao lado o Versa se destaca.

Confira a avaliação em vídeo

O veículo cresceu pouco. Sua maior alteração foi na largura, que ganhou 4,5 centímetros e passou para 1,74 metro. Mas as novas linhas o deixaram com aspecto de veículos de um segmento superior. E a inclusão de equipamentos deixa isso claro. Todas as versões contam com chave presencial para acesso ao veículo e para a partida do motor. Ou seja, basta ter a posse da chave para abrir a porta e ligar o carro por um botão. Há também um detector de objetos esquecidos no banco traseiro - presente na versão intermediária e na topo de linha.

Para refinar o sedã a engenharia trabalhou em vários detalhes para deixar a cabine mais silenciosa. Entre as minúcias que foram ajustadas estão carpete mais encorpado e a maior distância dos retrovisores externos da carroceria. As guarnições de porta contam com borracha em toda extensão. Para quem busca um sedã com grande espaço no porta-malas a boa notícia é que a capacidade cresceu em 20 litros, passando para 482 litros. A ruim é a que o tanque de combustível continua com comportando apenas 41 litros, o que é ruim para viagens maiores.

O carro tem 4,49 metros de comprimento e 2,62 de entre-eixos. O porta-malas acomoda 482 litros
O carro tem 4,49 metros de comprimento e 2,62 de entre-eixos. O porta-malas acomoda 482 litros
O Nissan Versa 2021 foi avaliado em pista, em diversas situações
O Nissan Versa 2021 foi avaliado em pista, em diversas situações
Na versão Exclusive há um detector de objetos no ponto cego. O aviso é dado no retrovisor externo e no painel de instrumentos
Na versão Exclusive há um detector de objetos no ponto cego. O aviso é dado no retrovisor externo e no painel de instrumentos
O interior ficou mais requintado, segue as linhas de modelos como Kicks e Leaf
O interior ficou mais requintado, segue as linhas de modelos como Kicks e Leaf
O quadro de instrumentos das versões Advance e Exclusive é parcialmente digital
O quadro de instrumentos das versões Advance e Exclusive é parcialmente digital
A central multimídia tem 7 polegadas espelha smartphones com sistemas Android e IOS
A central multimídia tem 7 polegadas espelha smartphones com sistemas Android e IOS
A partida é por botão em todas as versões e o câmbio automático é do tipo CVT
A partida é por botão em todas as versões e o câmbio automático é do tipo CVT
O espaço traseiro é um dos pontos altos do sedã. Os bancos podem ser cinza ou bege
O espaço traseiro é um dos pontos altos do sedã. Os bancos podem ser cinza ou bege

EXPERIÊNCIA
A bordo a sensação é de estar no utilitário compacto Kicks e, fora o amplo espaço, nada remete ao agora chamado V-Drive. Os materiais empregados no acabamento são bons, com destaque para o aplique macio no painel da versão Exclusive. O volante, que tem a base reta para facilitar o acesso, tem regulagens de altura e profundidade. A assistência à direção é elétrica.

Na configuração mais completa, o Versa tem aviso de colisão frontal, com assistente inteligente de frenagem. Nessa opção, há ainda alerta de ponto cego, que avisa no painel central e nas extremidades dos retrovisores externos se existe algum objeto no ponto cego. Para facilitar o estacionamento, o veículo tem um sistema de quatro câmeras que forma uma visão 360°. Por fim, todas as versões possuem seis airbags de série.

O conjunto motriz é o mesmo do Kicks: motor 1.6 litro e transmissão CVT. O propulsor aspirado de 16 válvulas entrega 114 cv de potência, com gasolina e/ou etanol a 5.600 rpm. O torque máximo, obtido a 4 mil giros, é de 15,5 kgfm. Pela aferição do Inmetro, o consumo previsto com gasolina é de 11,7 km/l na cidade e 13,9 km/l na estrada. Apenas a versão de acesso conta com a transmissão manual, que tem cinco marchas.

Na simulação de uma tocada urbana o conjunto é agradável, suave. O que não é legal é quando o motorista pisa fundo para retomar a velocidade, o que acontece geralmente em rodovias. Nesse momento os giros do motor sobem, pois, as faixas de torque e potência são altas, e o ruído invade a cabine. Talvez a dosagem fosse atenuada se o veículo contasse com opção de trocas manuais. Vale ressaltar ainda que as suspensões foram bem ajustadas.

CONCORRENTES
A versão mais barata do Versa 2021 é a Sense com câmbio manual, que custa R$ 72.990. Para levar a transmissão automática, que é de série nas demais versões, é preciso desembolsar mais R$ 5 mil. A opção seguinte é a Advance, oferecida por R$ 83.490. A configuração mais completa é a Exclusive, como a do veículo das fotos, que custa R$ 92.990.

A grande disputa desse novo Versa será com Chevrolet Onix Plus (de R$ 64.190 a R$ 82.390), Honda City (de R$ 65.800 a R$ 90 mil), Hyundai HB20S (de R$ 58.590 a R$ 81.590), Toyota Yaris sedã (de R$ 69.990 a R$ 93.790) e Volkswagen Virtus (de R$ 74.9590 a R$ 98.950). São valores que não contemplam eventuais itens opcionais.

O Versa V-Drive, que tem motor 1.0 e 1.6, custa entre R$ 58.990 e R$ 79.490. Sua disputa é com modelos como Chevrolet Joy Plus, Ford Ka sedan, Renault Logan, Toyota Etios e Volkswagen Voyage.
O JORNALISTA VIAJOU A CONVITE DA NISSAN

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas