Novo técnico do sub-23, Bruno Lopes diz que tem estilo ofensivo

e.c. bahia
16.06.2021, 16:08:00
Atualizado: 16.06.2021, 16:13:12
No Bahia, Bruno Lopes reencontrará o zagueiro Everson, com quem trabalhou no Portimonense (Foto: Divulgação)

Novo técnico do sub-23, Bruno Lopes diz que tem estilo ofensivo

Português comandará o time de transição do Bahia no Brasileirão de aspirantes

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Anunciado como novo técnico do time de transição do Bahia, o português Bruno Lopes falou pela primeira vez como funcionário do tricolor. Nesta quarta-feira (16), ele participou do 'Programa do Esquadrão', no aplicativo Sócio Digital.

Logo na apresentação, Bruno falou que tem um estilo ofensivo e que já começou a estudar a equipe tricolor. O treinador deve desembarcar em Salvador nesta sexta-feira (18).

"Para ser mais simples possível, em termo de formação, não existe formação preferida. Acredito em conceito de jogos, e temos que avaliar o plantel, se encaixa no sistema. Não existe um sistema preferido. Acredito que, hoje em dia, a equipe tem que saber se adaptar", disse ele.

"Tive oportunidade de ver a equipe profissional do Bahia, que joga no 4-3-3 e 4-2-3-1, e um sistema muito volátil. Acredito que minha ideia é de jogo ofensivo, que tenha atitude dominadora, intensidade e dinâmica coletiva, perceber onde estão os espaços. Ao mesmo tempo, o jogador é que tem que decidir. O treino é a forma mais eficaz de fazer o jogador passar por múltiplas situações. É uma equipe dominante e que tenha atitude agressiva que busque fazer gols e não sofrer", continuou.

Com boa parte da carreira construída no Portimonense, Bruno Lopes tem 37 anos e já passou pelo futebol dos Estados Unidos e País de Gales.

Do atual elenco sub-23, ele conhece o zagueiro Everson, que atuou emprestado ao Portimonense. Também em Portugal, ele trabalhou com Thiago, vendido ao New York City. Agora, Bruno Lopes se mostra empolgado em voltar a treinar jogadores brasileiros.

"Ideia é que tenho que jogador brasileiro tem muita qualidade. É cultural. Tecnicamente é muito evoluída. Experiência de trabalhar com jogadores brasileiros em Portugal foi muito positiva. A ideia que eu tenho que é todos os jogadores foram fantásticos. Jogadores com paixão muito grande pelo jogo", concluiu.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas