Novo vírus na China faz COI cancelar Pré-Olímpico de boxe

esportes
22.01.2020, 15:11:17
Atualizado: 22.01.2020, 15:20:20
A cidade de Wuhan, na China, é o epicentro dos casos do coronavírus (Foto: STR/Jiji Press/AFP)

Novo vírus na China faz COI cancelar Pré-Olímpico de boxe

Doença já causou a morte de 17 pessoas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta quarta-feira (22) que duas competições, com vagas para a Olimpíada de Tóquio, foram prejudicadas pelo novo coronavírus, que já causou a morte de 17 pessoas na China. O Pré-Olímpico de boxe foi o mais prejudicado, ainda sem novo local ou data definidos.

Nesta modalidade, o evento seria disputado entre os dias 3 e 14 de fevereiro na cidade de Wuhan, justamente o epicentro dos casos do coronavírus. A doença se tornou preocupação mundial nos últimos dias pelas mortes causadas na China e porque foi confirmado o primeiro caso nos Estados Unidos, em um viajante vindo do país asiático.

A outra competição afetada é o Pré-Olímpico de futebol feminino, envolvendo quatro seleções da Oceania e da Ásia: China, Austrália, Taiwan e Tailândia. O evento está marcado para Wuhan entre 3 e 9 do próximo mês. A Confederação de Futebol da Ásia informou que a competição foi transferida para a cidade de Nanquim.

No caso do boxe, a organização cabe mesmo ao COI, que assumiu a responsabilidade pelo evento após suspender a Associação Internacional de Boxe (Aiba). "O grupo de trabalho do COI sobre o boxe foi notificado pelo Comitê Organizador Local sobre a decisão de anular o torneio classificatório Ásia/Oceania, previsto para Wuhan, em um contexto de preocupação cada vez maior diante da epidemia de coronavírus na cidade", informou o COI, em comunicado.

De acordo com dados oficiais da China, morreram 17 pessoas até agora e 440 foram infectados pelo novo vírus. Autoridades de saúde da China aconselharam aos habitantes de Wuhan a evitar multidões e encontros públicos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas