'O fator determinante foram os resultados não atingidos', diz Pivetti após demissão

e.c. vitória
07.10.2020, 19:50:00
Pivetti, na partida contra o América-MG: técnico foi demitido nesta quarta-feira (7) (Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

'O fator determinante foram os resultados não atingidos', diz Pivetti após demissão

Técnico deixa o Vitória após menos de quatro meses no cargo; Eduardo Barroca é o substituto

Após quase quatro meses no cargo, Bruno Pivetti foi demitido pelo Vitória. Ele foi desligado pelo clube na manhã desta quarta-feira (7), menos de 24 horas após a derrota por 2x1 para o América-MG, no Barradão, na 14ª rodada da Série B do Brasileirão. O tropeço foi o segundo como mandante na competição. Antes, no último dia 29, o rubro-negro havia perdido para o CSA, por 1x0.

Em contato com o CORREIO, Pivetti comentou sobre o principal motivo da sua saída. “O fator determinante foram os resultados não atingidos, principalmente nos últimos jogos. Quando não se tem um alinhamento entre expectativa e realidade, se gera um sentimento de frustração. Mas tenho convicções que o elenco é qualificado e pode buscar os objetivos da temporada, mesmo porque não está tão distante assim do G4. É um campeonato difícil, competitivo, mas desejo a melhor sorte para o clube”. 

O ex-treinador diz não ter sido surpreendido pela demissão. “Não pega de surpresa porque nós já estamos acostumados com o cenário, principalmente do futebol brasileiro. Não podemos descuidar das necessidades de resultados em curto prazo. Então quando não temos um bom alinhamento a situação sempre fica complicada, principalmente para o treinador, que é o líder principal do processo”. 

Nesta quarta (7), o auxiliar fixo do clube, Flávio Tanajura, foi responsável pelo treino. Na quinta-feira (8), o grupo já será comandado por Eduardo Barroca, que foi contratado como novo técnico

O resultado diante do América-MG fez o Vitória cair duas posições na tabela da Série B. Com 18 pontos, o Leão ocupa a 10ª posição. A diferença para o G4 é de cinco pontos, já que o Juventude, 4º colocado, soma 23. A distância para a zona de rebaixamento é de sete pontos, pois o Cruzeiro, que está em 17º lugar, tem 11.

Bruno Pivetti deixa o Vitória após 19 partidas. Foram quatro vitórias, nove empates e seis derrotas: aproveitamento de 36,8%. Ele amargou as eliminações na fase classificatória do Campeonato Baiano, nas quartas de final da Copa do Nordeste e na terceira fase da Copa do Brasil. 

Pivetti foi efetivado no dia 19 de junho, após o clube comunicar a demissão de Geninho, hoje no Avaí, poucos dias depois da Toca do Leão ser reaberta. Na ocasião, a diretoria rubro-negra informou que a mudança de comando ocorreu em função da crise financeira pela qual o clube atravessa.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas