'O problema era Marcelo Nova: aquele arrogante’, diz líder do Camisa de Vênus

entretenimento
12.07.2019, 12:00:00
Camisa de Vênus se apresenta no sábado (13), Dia Mundial do Rock (Foto: Carina Zaratin/Divulgação)

'O problema era Marcelo Nova: aquele arrogante’, diz líder do Camisa de Vênus

Cantor fala da fama de "nojento", da cena do rock e do show que apresenta no Festival Rock Concha, neste sábado (13)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Sábado (13) é o Dia Mundial do Rock e, sem papas na língua, o cantor e compositor Marcelo Nova, 67 anos, avalia que “tá faltando um pouco de originalidade” na nova geração de artistas. “O desinteresse dos tempos modernos não é só pelo rock: ninguém mais está interessado em ler, a não ser essas tolices de autoajuda”, compara o veterano que chegou a ser chamado de “arrogante e nojento”, no passado. Atração do Festival Rock Concha 30 Anos, o artista se apresenta com o grupo Camisa de Vênus neste sábado, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves.

A festa celebra três décadas de história em dois dias de shows com os principais representantes do gênero do Brasil. Sábado (13) tem Ratos de Porão, Malefactor e Drearylands, além do Camisa de Vênus. Já no domingo (14), o evento vai contar com Planet Hemp, Pedro Pondé e Alquímea. Por ser uma festa de 30 anos, a curadoria apostou em uma grade ‘mais agressiva’, com um 'rock mais radical', explica a produtora do Rock Concha, Irá Carvalho. “É uma celebração do Dia Mundial do Rock”, justifica.

O grupo Ratos de Porão se apresenta no Rock Concha no sábado (13) (Foto: Wander Willian/Divulgação)

Os clássicos dos quase 40 anos de carreira do Camisa de Vênus estarão lá, além de músicas do CD/DVD Dançando na Lua (2016), primeiro álbum de inéditas do grupo em 20 anos. Enquanto comemora os elogios ao último álbum, Marcelo lembra que o Camisa de Vênus “era massacrado pela crítica nos anos 1980”.

“Na verdade, o problema não era o Camisa, era Marcelo Nova: ‘aquele arrogante, aquele nojento’. Vou dizer a você: gostava do embate, era muito divertido”, gargalha o cantor, sobre as polêmicas que lançava em entrevistas.

“Esse disco foi observado por outra geração, mais nova, que não participou do embate e tem outra referência que não é a persona inconveniente de Marcelo Nova. Não era mais aquele cara de casaco de couro que mandava todo mundo tomar no c.... É bom ser apreciado pelo trabalho e não pelo meu topete, minha costeleta”, ri Marcelo.

A tal da rebeldia
Sem melindre ao falar da postura considerada arrogante, o cantor também não tem pudor em criticar os rumos do rock. Para ele, a cena começou a ruir depois de viver momentos marcantes como o rock "ingênuo" de Elvis Presley e Chuck Berry, a chamada invasão inglesa dos Beatles e Rolling Stones, e o "rock pesado" do Led Zeppelin, Black Sabbath, Deep Purple e Sex Pistols.

"Nos anos 90, tivemos o Grunge e aí a coisa começou a ficar sob suspeita", provoca Marcelo, ao lembrar de quando o cantor Kurt Cobain (1967-1994), líder do Nirvana, deu uma cusparada na câmera que fazia transmissão para a MTV, durante um show.

"A catarrada é uma atitude extremamente ofensiva, que causa repulsa. E o que fez a empresa? Apropriou-se da catarrada e fez sua marca. A tal da rebeldia, da ofensiva que vinha na linguagem do rock, passou a significar o quê depois disso?", questiona.

A partir de então, o líder do Camisa de Vênus sente que a nova geração de artistas tem pouca originalidade e soa exatamente igual aos grupos e cantores que têm como referência. "Você ouve bandas do rock brasileiro que literalmente são cópias de bandas inglesas. O Camisa nunca teve isso, porque se por um lado teve um pé no punk, teve outro em Raul Seixas. Nós criamos uma identidade", garante. 

As referências vão de Adelino Moreira a Nelson Gonçalves, passando por Little Richard, Bob Dylan, Jards Macalé e Lou Reed. "As pessoas identificam com rapidez um estilo muito próprio. Se você prestar atenção no Camisa, tem todo um amálgama de referências que quando se consolidou, resultou em um som único", garante.

Serviço
O quê: Festival Rock Concha 30 Anos.
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves (Campo Grande).
Quando: Sábado (13) e domingo (14), a partir das 15h30 (abertura dos portões) e 17h (shows).
Ingresso: R$ 100 | R$ 50 e R$ 200 | R$ 100 (camarote). Vendas: TCA, SAC’s dos shoppings Barra e Bela Vista; e site Ingresso Rápido.
Clube Correio: 20%.
Transmissão ao vivo: TVE e Rádio Educadora FM, a partir das 17h, no sábado, e 17h30, no domingo.

13/07 - Sábado
17h: Drearylands
18h: Malefactor
18h40: Ratos De Porão
20h: Camisa de Vênus

14/07 - Domingo
17h: Alguimea
18h40: Pedro Pondé
20h: Planet Hemp

Com Marcelo D2, Planet Hemp faz show no domingo
Com Marcelo D2, Planet Hemp faz show no domingo (Foto: Divulgação)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-da-lapinha-falam-ao-contrario-e-tem-um-dialeto-o-gualin/
Há meio século, falar ao contrário é considerado sinal de pertença para os moradores “raiz” do bairro da Lapinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/elza-soares-aos-90-e-cheia-de-projetos/
Cantora lança releitura de 'Juízo Final' e faz live neste sábado (4), com participação de Flávio Renegado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/como-tratar-a-dor-da-chikungunya-entenda-fases-da-doenca/
Registro de casos aumentou 440% na Bahia nos últimos seis meses; sintoma pode se tornar crônico e durar anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cheias-de-bossa-bebel-gilberto-lanca-parceria-com-martnalia/
Confira também o clipe Hipnose, de Larissa Luz, e a canção Caxixi, de Mariene de Castro
Ler Mais