O que o Sporting tem? Invicto, time é sensação rumo ao título português

esportes
24.03.2021, 12:18:00
Sporting pode ganhar Campeonato Português sem perder um jogo (Reprodução/Twitter Sporting)

O que o Sporting tem? Invicto, time é sensação rumo ao título português

Leões têm aproveitamento de quase 90% na liga e caminham para desbancar Porto e Benfica

O Campeonato Português não é uma liga que costuma ter muitos campeões diferentes. Na história foram apenas cinco, e os gigantes Porto e Benfica se alternam no posto de detentor do troféu há 18 temporadas. No entanto, uma equipe está bem perto de quebrar essa dinastia em 2020/2021: o Sporting, clube formador de Cristiano Ronaldo e historicamente terceira força do país.

Apesar do domínio entre Porto e Benfica, os alviverdes não são uma completa surpresa, porque a equipe completa o grupo chamado de "Os Três Grandes" de Portugal. Esses três clubes são detentores de 84 títulos do Campeonato Português, em 86 edições disputadas na história. Desses, 18 pertencem ao Sporting e podem virar 19 em breve. O Benfica tem mais que o dobro, 37, e o Porto foi campeão 29 vezes.

Até o momento, o Sporting teve um incrível desempenho de 20 vitórias e quatro empates em 24 jogos, o que dá um aproveitamento de 88,9% e 64 pontos somados em 72 possíveis, dez a mais que o vice-líder Porto e 13 à frente do Benfica, terceiro colocado e comandado por Jorge Jesus.

Líder desde a sexta rodada, o clube de Lisboa pode ser campeão invicto, algo que não acontece na terra ibérica desde a temporada 2012/2013 - na época o Porto. E em toda história, só houve três campeões invictos. O próprio Porto em 2011 e o Benfica em 1973. Esses três casos aconteceram quando a liga tinha 30 rodadas. Agora são 34.

O CORREIO separou alguns fatores que ajudam a explicar o sucesso da equipe do técnico Rúben Amorim:

Investimento no treinador
O grande desempenho de um time de futebol passa muito por quem o comanda. Para sair da fila de títulos (a última liga vencida foi em 2001/2002), o Sporting resolveu apostar e investir no treinador Rúben Amorim, que tem apenas 36 anos. Em dezembro de 2019, o então treinador da equipe B do Braga substituiu Ricardo Sá Pinto (que treinou o Vasco em 2020) no comando da equipe principal, onde conseguiu 10 vitórias em 13 jogos. Rúben logo chamou a atenção do Sporting, que desembolsou 10 milhões de euros para levá-lo para Lisboa.

Na curta carreira como treinador, o ex-meia já conquistou duas taças da Liga Portuguesa (uma com o Braga e outra com o Sporting, na atual temporada). Com contrato até 2024, Amorim tem 43 jogos à frente do Sporting, com 32 vitórias, sete empates e quatro derrotas (aproveitamento de 79,8%).

Rúben Amorim tem ótimo aproveitamento no comando do clube com apenas 36 anos
Foto: Reprodução/Instagram

Revelações da base
O Sporting tem histórico de revelar alguns dos grandes jogadores do futebol português, em especial em anos mais recentes. Foi nos Leões, por exemplo, que Cristiano Ronaldo apareceu para o futebol. Outros nomes importantes na lista são o meia Figo, o atacante Quaresma e o goleiro Rui Patrício, sendo os dois últimos parte do elenco campeão da Eurocopa de 2016 pela seleção lusa.

A revelação de jovens talentos segue como um ponto forte da equipe de Lisboa. Segundo o Tranfermarkt, o Sporting é o time da elite portuguesa com mais jogadores revelados no próprio clube dentro do elenco atual: nove. Destaque para o lateral Nuno Mendes, de 18 anos e titular absoluto da equipe, atuando como ala pela esquerda, visto que o time costuma jogar em uma formação com três zagueiros. Um desses defensores é outra revelação da academia do Sporting: Gonçalo Inácio, de 19 anos, que entrou no time em jogo contra o Marítimo, no dia 5 de fevereiro, para não sair mais. De lá para cá, a equipe sofreu somente dois gols em oito jogos, e o zagueirão ainda marcou o gol na partida mais recente (1x0 contra o Vitória de Guimarães no dia 20 de março).

Neste mesmo jogo, inclusive, o meio-campista Dário Essugo fez sua estreia no time principal, com apenas 16 anos, completados no dia 14 de março, uma semana antes do confronto. Ele se tornou o atleta mais jovem a atuar pelos Leões e não conteve as lágrimas ao fim da partida.

Mescla com a experiência
Nem só de jovens vive o líder do “Portuguesão”. O time também conta com jogadores rodados para dar equilíbrio e consistência. Dois desses pilares são o goleiro espanhol Antonio Adán e o zagueiro uruguaio Sebastián Coates. O arqueiro atuou em todos os jogos da equipe, enquanto o zagueiro e capitão ficou fora de um apenas. 

Adán foi revelado pelo Real Madrid, mas nunca conseguiu espaço no time titular devido à concorrência com Iker Casillas. Com passagens por Cagliari e Betis, ele chegou ao Atlético de Madrid em 2018, onde também teve que lidar com a difícil concorrência do esloveno Jan Oblak. Com a ida para o Sporting, alcançou a sonhada titularidade aos 33 anos e o posto de goleiro menos vazado da liga (11 gols) e com incríveis 15 jogos sem tomar gols nas 24 partidas disputadas.

Já Coates já vive o seu sexto ano em Portugal. Chegou em janeiro de 2016 por empréstimo do Sunderland, da Inglaterra. De lá para cá, o zagueiro campeão da Copa América 2011 e presente no plantel uruguaio nas Copas do Mundo de 2014 e 2018 disputou 230 jogos com a camisa verde e branca e marcou 22 gols.

Outro nome de peso no time é o meio-campista João Mário. Figura recorrente na seleção portuguesa e campeão europeu em 2016, o jogador de 28 anos foi revelado no próprio Sporting e foi emprestado pela Inter de Milão para o time português, onde participou de 20 jogos na liga e marcou dois gols.

Um fato curioso é a presença de um ex-Bahia no elenco: o lateral esquerdo Matheus Reis, que atuou no Esquadrão durante o ano de 2017.

Novo Bruno Fernandes?
Além da força defensiva, o sucesso do Sporting também tem justificativa no setor de ataque. O meia Pedro Gonçalves, de 22 anos, é o artilheiro do campeonato com 15 gols. Ele se destacou na surpreendente equipe do Famalicão, que chegou a disputar vaga na Champions durante a temporada 2019/2020, com sete gols e oito assistências no período.

Pedro chegou para suprir uma lacuna deixada por Bruno Fernandes, atualmente no Manchester United. O português de 26 anos atuou no clube do seu país por duas temporadas e meia, com 63 gols e 52 assistências em 137 jogos. Com ou sem o rótulo de ser um sucessor de Bruno Fernandes, Pedro Gonçalves pode colocar o nome na história do clube como ator principal do retorno do Sporting ao protagonismo nacional.

Pedro é artilheiro do time e do Campeonato Português

Foto: Reprodução/Instagram

*sob supervisão do editor Herbem Gramacho

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas