O repasse recorde do governo para a Fonte Nova, a ira de Rui com Leão, e o custo da votação da Embasa

alô alô política
25.03.2022, 11:41:34

O repasse recorde do governo para a Fonte Nova, a ira de Rui com Leão, e o custo da votação da Embasa

Leia a coluna na íntegra

Arena dos bilhões
Os alarmantes gastos do governo do estado com a Arena Fonte Nova trouxeram mais uma surpresa nada agradável no ano passado: o valor repassado ao empreendimento dobrou e bateu um recorde. Em 2021, o governo pagou R$ 361,1 milhões à arena, valor que representa 107% a mais do que a quantia de 2020 - R$ 174 milhões. Este foi o maior volume de recursos encaminhados pelo governo à Fonte Nova em apenas um ano desde 2013. Os dados são da própria Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz). Ao final do contrato de parceria público privada (PPP), previsto para 2028, o governo terá repassado à Fonte Nova em torno de R$ 2,2 bilhões (sem correção). O valor é mais que o triplo do previsto inicialmente na construção do empreendimento, de R$ 689 milhões.

Informação desencontrada
Chama a atenção que o próprio Executivo informou no ano passado que repassaria anualmente R$ 256,89 milhões, conforme nova pactuação feita com a arena. Entretanto, o valor pago em 2021 foi 40% maior do que o anunciado. Para variar, não houve qualquer explicação do governo para o "bônus" pago em 2021. Informações obtidas pela coluna dão conta de que o caso tem chamado a atenção de auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que, inclusive, já alertou ao governo em anos anteriores sobre irregularidades no contrato com a arena.

Rui arara
As recentes declarações do vice-governador João Leão (PP) sobre a turbulência na base petista no estado estão provocando a mais profunda ira do governador Rui Costa (PT). De acordo com parlamentares, em conversas com pessoas próximas, Rui tem soltado cobras e lagartos contra Leão. Eles revelam que o principal foco de chateação do governador é quanto às declarações do cacique do PP sobre os bastidores do grupo, entre elas as falas de Leão de que "o casamento de Rui com Wagner está em crise", o que eles negam, e que "toda a Bahia sabe que Rui queria ser candidato a senador".

Estratégia furada
Enquanto isso, o governador tenta colar a alcunha de traidor em Leão pelo fato de o vice-governador ter migrado para o grupo da oposição. Entretanto, as investidas de Rui esbarram em declarações do senador Jaques Wagner (PT), que confirmam a quebra de acordo com Leão e o PP. O senador disse, em suas redes sociais, que "Rui entendeu a importância de ficar na cadeira até o final", confirmando a pretensão de Rui disputar o Senado, como Leão tem dito. Além disso, o próprio Wagner falou de acordo para apoio ao senador Otto Alencar (PSD) para o governo, abrindo espaço para Rui concorrer à Casa Alta do Congresso e deixar o governo para Leão, inclusive no épico vídeo em que o petista pede desculpas a "Leãozinho". É, Rui, essa vai ser difícil colar...

Oba oba
A pesquisa 'mandrake' divulgada esta semana pelo instituto Opinus até animou os petistas e seus aliados mais radicais, mas não mudou em nada o desânimo dos demais integrantes do grupo governistas. Numa análise, um cacique diz que "não faz sentido" o pré-candidato do PT, Jerônimo Rodrigues, aparecer com um percentual tão alto sendo muito desconhecido no estado. "Muitos prefeitos nem conhecem Jerônimo, imagine a população em geral", diz, sob anonimato. 

Quem é?
Fontes do Palácio de Ondina revelaram, inclusive, que o desconhecimento das pessoas sobre Jerônimo tem surpreendido a cúpula governista. Um político que esteve em uma das agendas no interior disse que até mesmo militantes petistas fervorosos ainda não conhecem o secretário da Educação de Rui. O governador, inclusive, tem procurado carregar seu candidato em todas as agendas que faz pela Bahia. 

Respiro
A base governista na Assembleia Legislativa conseguiu, enfim, aprovar um dos projetos relacionados à Embasa que estavam empacados há algumas semanas. No grupo, o sentimento é que foi uma "demonstração de força" da base após a saída dos deputados do PP, terceira maior bancada do Legislativo. Entretanto, a "vitória" teve um custo muito alto. Segundo deputados, a aprovação só saiu porque os articuladores do governo tiveram que prometer mundos e fundos (obras e emendas) para garantir o quórum e o voto favorável dos parlamentares. A dúvida é saber se o acordo será cumprido.

O custo
E as promessas ficaram ainda mais caras para a próxima semana, quando pode ser apreciado a outra proposta da Embasa, a que prevê a adequação da empresa baiana ao marco legal. Na prática, abre as portas para a privatização da empresa. Parlamentares mais à esquerda não querem votar a favor da proposta justamente pela possibilidade de privatização, enquanto outros temem desgaste com os trabalhadores. "Rui vai ter que abrir os cofres", disse um parlamentar nos corredores do Legislativo.

Quem fala o que quer...
Uma crítica do deputado Jacó (PT) a pastores evangélicos irritou parlamentares e prefeitos religiosos e azedou ainda mais a ligação deles com o governo do estado. Jacó falava sobre o caso dos pastores na liberação de verbas do Ministério da Educação e fez uma crítica generalizada. O vídeo viralizou e deixou os evangélicos bastante irritados. 

...Ouve o que não quer
O deputado Pastor Ubaldino pediu a palavra e largou um verdadeiro sermão a Jacó, que abaixou a cabeça e nada disse. Para deputados da base, enquanto o ex-presidente Lula tenta se aproximar do público evangélico, seus aliados petistas fazem o contrário. "Há muitos evangélicos na base. A fala de Jacó prejudica ainda mais a relação com o PT", disse um deputado.

Sem descanso
E continua a marcação cerrada do governador Rui Costa sobre o ex-prefeito ACM Neto. O novo caso vem da região Sul do estado. Em visita à região em julho do ano passado, Neto criticou as condições de trecho da BA-120 que liga Gandu a Ibirataia e até gravou um vídeo para mostrar as crateras na estrada, que está abandonada há anos. O que fez Rui? Pressionado pelos prefeitos, anunciou o edital em outubro e, nesta semana, assinou a ordem de serviço para as obras de recuperação da BA-120. 

Casa nova
Após anunciar a saída do PL, o deputado federal Zé Rocha deve mesmo se filiar ao União Brasil. A confirmação deve ocorrer no próximo sábado, em Coribe, onde o filho dele, Manuel Rocha, pré-candidato a deputado estadual, vai se filiar ao partido, em ato com a presença do pré-candidato a governador ACM Neto. O evento deve marcar também a filiação do prefeito de Coribe, Murillo Ferreira Viana, ao União Brasil.
 

Leia mais colunas de Alô Alô Política

A coluna Alô Alô Política é publicada às sextas, sempre ao meio dia, nos portais CORREIO e Alô Alô Bahia. Também pode ser conferida através do endereço www.aloalopolitica.com e do Instagram @aloalopolitica 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas