Obesidade e preconceito: jornalista fala sobre gordofobia em revista para mulheres

salvador
18.04.2017, 04:02:00
Atualizado: 18.04.2017, 12:10:45

Obesidade e preconceito: jornalista fala sobre gordofobia em revista para mulheres

Idealizada por Naiana Ribeiro, a revista e portal PLUS já soma mais de 10 mil acessos na internet
A revista feita por Naiana Ribeiro ajuda adolescentes e mulheres a amarem seus corpos 
(Foto: Angeluci Figueiredo/CORREIO)


Dados do Ministério da Saúde apontam quem pelo menos 20% da população de Salvador é obesa. Mais da metade dos soteropolitanos se encontram 'acima do peso', ainda de acordo com levantamento. O cenário serve de alerta ao sedentarismo e para as mudanças de hábitos alimentares, mas também reforça o combate ao preconceito. É essa mensagem contra a gordofobia que a jornalista e youtuber Naiana Ribeiro, 23 anos, pretende passar desde que desenvolveu a PLUS - uma revista para mulheres e adolescentes gordas, que tem mais de 10 mil acessos, no endereço www.eusouplus.com. Veja mais na entrevista a seguir: 

Como surgiu a ideia de pensar uma revista voltada a garotas adolescentes gordas?

A revista e portal PLUS surgiu com a ambição de concretizar um sonho antigo: o de produzir um conteúdo inovador, inclusivo e personalizado para garotas adolescentes gordas. Apesar de ter sido pensada de início para estas jovens, atualmente a PLUS se posiciona como uma revista que quer representar todas as mulheres, principalmente as que se sentem excluídas pelos moldes e padrões “tradicionais” da adolescência, amplamente ressaltados pelos meios de comunicação. A PLUS tem como intuito ainda mostrar às suas leitoras a diversidade da nossa cultura e ressaltar que elas têm espaço para ser e crescer do jeito que são. 

De que maneira  você utiliza o veículo para tratar o assunto e combater a gordofobia? 

Pessoalmente, apesar de ter sofrido com o que algumas pessoas falavam, ser gorda nunca foi um problema. Entretanto, sobretudo nessa fase turbulenta (a adolescência), me sentia em uma situação constrangedora, justamente porque não haviam publicações que representassem totalmente os meus gostos, interesses e experiências. Acreditava ainda que existam muitas jovens que, assim como eu, por diversos motivos, também não se sintam representadas pelos conteúdos produzidos pelas revistas e sites tradicionais e homogêneos. Por isso, a PLUS traz uma linha editorial paralela e alternativa ao que é seguido por essas publicações, que muitas vezes seguem a mesma linha de abordagem e as mesmas pautas e ainda produzem conteúdos contraditórios. Ao mesmo tempo em que recomendam que as adolescentes sejam elas mesmas, por exemplo, produzem editoriais de moda sempre com modelos magras.

Como você lida com a relação entre peso e saúde?

Apesar de ser verdade no imaginário de muita gente, a correlação entre peso e (não) saúde deve ser questionada. Tem muita gente que é gordo e é saudável. Assim como pessoas magras que têm problemas de saúde. Essa correlação entre gordo e não saudável faz parte de uma construção histórica e é formada por uma articulação entre saberes médicos e as indústrias farmacêutica e da moda. O que a medicina faz é se apropriar de um debate social e legitimá-lo socialmente. Nesse caso, identificar esse corpo como doença. Para a medicina, só existem dois caminhos extremos: cirurgia e medicamentos. É importante que, independente do peso, pratiquemos atividades físicas e cuidemos da nossa saúde regularmente. 

Além de consequências psicológicas, a gordofobia (preconceito contra gordos), faz com que muitas pessoas adotem estratégias desumanas para chegar ao padrão considerado ideal. A bariátrica, por exemplo, tem um alto índice de erros. Muita gente fala que ‘é uma questão de saúde’ e acha que os problemas estarão resolvidos se for magros, mas na verdade querem alcançar um padrão de beleza. A sociedade não só acredita no discurso do magro e saudável como algo verdadeiro como constrói um imaginário que reflete em outros setores da vida social, como o trabalho. O corpo gordo é associado a alguém preguiçoso ou menos capaz, o que não é verdade. É preciso questionar e discutir isso. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-elenco-novo-the-crown-volta-para-mais-uma-boa-temporada/
Rainha Elisabeth, até então vivida por Claire Foy, agora é interpretada por Olivia Colman
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manchas-de-oleo-voltam-a-aparecer-em-morro-de-sao-paulo/
Marinha retirou a substância no final da manhã
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pedi-que-nao-atirassem-diz-pai-de-garoto-autista-morto-em-perseguicao-da-prf-em-piraja/
Garoto era autista e estava a caminho da escola; família acusa Polícia Rodoviária Federal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vitimas-de-acidente-de-aviao-na-bahia-tem-traumas-e-queimaduras-crianca-esta-entre-feridos/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tenho-visto-coisas-incriveis-diz-rincon-sapiencia-sobre-artistas-baianos/
Prestes a lançar disco, rapper paulista comemora parcerias com Attooxxa e Duquesa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/adolescente-tambem-morreu-em-acao-que-teve-motorista-de-app-executado-em-piraja/
Vídeo mostra homem assassinando condutor antes de ser morto por agentes da PRF
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morta-em-queda-de-aviao-e-identificada-feridos-estao-em-hospitais-de-salvador/
Queda de bimotor próximo a pista de hotel em Maraú deixou nove feridos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/acidente-em-marau-piloto-que-ja-escapou-de-carro-em-chamas-e-um-dos-sobreviventes/
Ex-Stock Car é um dos feridos em acidente aéreo que deixou uma mulher morta
Ler Mais