ONU responsabiliza Samarco e Governo por tragédia em Mariana

brasil
16.12.2015, 08:48:00
Atualizado: 16.12.2015, 09:42:39

ONU responsabiliza Samarco e Governo por tragédia em Mariana

Ontem a polícia de Minas Gerais informou ter localizado o corpo de mais uma vítima

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A mineradora Samarco não é a única que deve ser responsabilizada pelo desastre ambiental em Mariana e o governo também precisa assumir seu papel na proteção às vítimas. O alerta foi feito na terça-feira (15) pela principal autoridade da ONU sobre Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Al Hussein. 

ONU responsabiliza Samarco e governos por tragédia em Mariana
(Foto: Christophe Simone/AFP)

O alto Comissário da ONU para Direitos Humanos usou seu discurso anual em Genebra para destacar o desastre em Minas como um dos temas de preocupação do ano, ao lado da guerra na Síria e a situação dos refugiados. Ao explicar que esteve com autoridades brasileiras na semana passada, ele indicou que fez questão de tocar no tema. Para a ONU, porém, não basta colocar a culpa na Samarco.

“Recordei (às autoridades) da responsabilidade compartilhada que estados e empresas devem ter na proteção e respeito pelos direitos humanos”, insistiu. A presidente Dilma Rousseff voltou a dizer ontem que o governo está comprometido com a recuperação do Rio Doce e com a punição aos responsáveis pelo rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG), que deixou ao menos 16 mortos.

“Asseguro ao povo de Mariana, aos capixabas e às pessoas do entorno da bacia do Rio Doce que vamos tomar todas as medidas necessárias para reparar os danos àqueles que perderam familiares e suas formas de sustento”, afirmou, em discurso na cidade mineira de Congonhas, a 70 quilômetros da barragem.

Ontem a polícia de Minas Gerais informou ter localizado o corpo de mais uma vítima. O cadáver estava no vilarejo de Bento Rodrigues.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas