Os perigos das várias seduções do ser humano são discutidos na peça O Quarteto

entretenimento
07.06.2018, 13:40:00
Peça premiada com Bertrand Duarte e Marcelo Praddo, hoje, no Goethe (Foto: Andréa Magnoni/Divulgação)

Os perigos das várias seduções do ser humano são discutidos na peça O Quarteto

Espetáculo, inspirado no romance As Ligações Perigosas, retorna hoje no Teatro do Goethe

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de ser aplaudido de pé em festivais internacionais de Brasília e Porto Alegre, Quarteto, peça de Heiner Müller inspirada no romance As Ligações Perigosas (de Choderlos de Laclos), volta a cartaz em curta temporada. A partir de hoje, a trama que apresenta a Marquesa de Merteuil e o Visconde de Valmont, ganha o palco do Teatro do Goethe-Institut, no Corredor da Vitória, voltando à época do século 18 por R$ 30 e R$ 15. 

Na peça, que começa às 20h, sempre de quinta a sábado, ambos os personagens da corte real francesa passam o tempo brincando com as artimanhas mais sofisticadas e cruéis de sedução. Suas ações desmedidas, porém, podem acabar arruinando a vida de uma jovem romântica. Com essa premissa foi que o espetáculo, apresentado por Bertrand Duarte e Marcelo Praddo, acumulou mais de cinco Prêmios Cenym, além de comemorar os 15 anos de teatro do diretor Gil Vicente Tavares.

Serviço
Teatro do Goethe-Institut (Corredor da Vitória). 
De quinta a sábado, às 20h. Até 16 de junho.
Ingresso: R$ 30 | R$ 15.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas