Pai de baiano preso com drogas na Tailândia lamenta prisão do filho: 'criei para ser um homem de bem'

bahia
05.07.2022, 21:13:40
(Reprodução/ Redes Sociais)

Pai de baiano preso com drogas na Tailândia lamenta prisão do filho: 'criei para ser um homem de bem'

Jovem foi preso no dia 13 de junho com outras duas jovens

Laércio José, pai de Laécio José Paim das Virgens Filho, baiano preso na Tailândia por suspeita de tráfico internacional de drogas, acredita que o filho conheceu uma pessoa que o convenceu a virar uma mula, em Feira de Santana. 

Natural de Amélia Rodrigues, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o jovem morava em Feira de Santana, no centro-norte, antes de ser pego pelas autoridades tailandesas ao desembarcar no aeroporto de Bangkok.

Antes de ser preso, no dia 13 de junho, o rapaz disse aos pais que participaria de um congresso na cidade de São Paulo. A família afirma que não sabia da viagem dele ao país do leste asiático. 

“Ele não era muito de mandar mensagens, de conversar, e fomos deixando. O tempo passou e começamos a achar estranho. A mãe das meninas entrou em contato com a minha ex-esposa avisando [sobre a prisão]. Foi o pior dia da minha vida. Não o criei para isso, pelo contrário, o criei para ser um homem de bem”, contou o pai, em entrevista à TV Record Itapoan.

Laércio permanece detido até completar um período de quarentena. Após o período, ele deve ser levado à prisão tailandesa. O baiano só poderá se comunicar com a família e os advogados no dia 18 de julho.

*Com orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo 
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas