Pandemia faz WSL cancelar etapa de Saquarema do Mundial de Surfe

esportes
10.06.2021, 20:11:00
Atualizado: 10.06.2021, 20:11:42
Filipe Toledo foi o campeão da etapa de Saquarema em 2019 (Damien Poullenot/WSL)

Pandemia faz WSL cancelar etapa de Saquarema do Mundial de Surfe

Segundo a World Surf League, decisão foi tomada "visando preservar a segurança e saúde dos atletas, staff e comunidade local"

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Brasil não vai receber os melhores surfistas do mundo neste ano. A etapa de Saquarema do Circuito Mundial de Surfe, que seria realizada em agosto, foi cancelada. A World Surf League (WSL) anunciou a decisão nesta quinta-feira (10), com a justificativa de que não seria possível preservar a segurança dos atletas diante da gravidade da pandemia de covid-19 no Brasil.

"A WSL vinha monitorando a situação da pandemia no Brasil e tomou essa decisão visando preservar a segurança e saúde dos atletas, staff e comunidade local. A World Surf League está ansioso para voltar a Saquarema com os melhores surfistas do mundo na temporada de 2022", afirmou a entidade em comunicado.

A etapa de Saquarema já havia sido adiada de junho para agosto, depois dos Jogos Olímpicos de Tóquio, com a esperança de que o número de casos e mortes por covid-19 no Brasil caíssem. Mas a WSL avaliou que, neste momento, a decisão mais prudente é o cancelamento da etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe, já que o País ainda passa por uma crise sanitária grave.

A WSL anunciou outras mudanças no calendário. A etapa do México, que estava agendada para 5 a 15 de julho, foi prorrogada para agosto e será realizada entre os dias 10 e 20 a fim de dar mais tempo aos surfistas que irão à Olimpíada cumprirem o período de quarentena necessário.

A grande final, na Califórnia, está prevista para acontecer entre 9 e 17 de setembro. Dessa maneira, a penúltima etapa, no Tahiti, teve dias cortados e irá acontecer entre 24 de agosto e 3 de setembro.

A próxima etapa do Circuito Mundial será na onda artificial de Surf Ranch, na Califórnia, nos Estados Unidos, de 18 a 20 de junho.

Campeão da última etapa, a de Rottnest Island, na região oeste da Austrália, Gabriel Medina lidera o ranking da temporada, com Italo Ferreira em segundo e Filipe Toledo em quarto. No feminino, a havaiana Carissa Moore está no topo. A brasileira Tatiana Weston-Webb aparece em terceiro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas