Papa Francisco está entre indicados ao Nobel da Paz

mundo
03.02.2015, 07:40:00
Atualizado: 03.02.2015, 07:44:24

Papa Francisco está entre indicados ao Nobel da Paz

Concorre também Mussie Zerai, padre que vive na Itália e ajudou imigrantes africanos que cruzaram o Mar Mediterrâneo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O papa Francisco, o jornal russo Novaya Gazeta, assim como Edward Snowden estão entre os indicados ao Prêmio Nobel da Paz de 2015. Concorre também Mussie Zerai, padre da Eritreia que vive na Itália e ajudou imigrantes africanos que arriscaram a vida cruzando o Mar Mediterrâneo.

Papa Francisco está entre indicados ao Nobel da Paz
(Foto: Divulgação)

Embora o comitê tenha lembrado os últimos quatro aniversários de décadas do bombardeio de Hiroshima, em 1945, poucos observadores do Nobel duvidam que a tendência será mantida pelo comitê composto por cinco membros. Milhares de pessoas, incluindo todos os membros do Parlamento da Noruega, fizeram indicações. O prêmio de US$ 1,2 milhão será anunciado em outubro.

O Instituto Norueguês do Nobel não divulga os nomes dos concorrentes, mas especialistas do país compilam listas. O papa Francisco foi indicado por enfatizar a justiça social e o cuidado com o meio ambiente, e o ex-prestador de serviços da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) Edward Snowden, que vazou detalhes sobre a vigilância eletrônica americana, por mostrar como os cidadãos são monitorados. 

Já o jornal russo foi lembrado por ser crítico do presidente da Rússia, Vladimir Putin, sobretudo com relação aos casos de corrupção no governo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas