'Para fazer história', comemora Canindé sobre final do Baianão

esportes
12.05.2021, 23:35:45
Atualizado: 13.05.2021, 00:57:27
Equipe do Bahia de Feira comemora a vaga na final (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

'Para fazer história', comemora Canindé sobre final do Baianão

Bahia de Feira eliminou Bahia e enfrentará Atlético de Alagoinhas na final do Baianão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Baianão terá um campeão do interior. Na noite desta quarta-feira (12), o Bahia de Feira eliminou o Bahia e disputará o título com o Atlético de Alagoinhas. O Tremendão, aliás, havia perdido o jogo de ida da semifinal por 1x0, mas correu atrás do prejuízo e venceu o Esquadrão por 3x0 na Arena Cajueiro

Os gols do triunfo foram marcados por Bruninho, Diones e Felipe Valdívia. Após a partida, o técnico do Bahia de Feira, Oliveira Canindé, comemorou o resultado e a classificação.

"Eu esperava vencer. Mas claro que três gols, em uma grande equipe como o Bahia... Não importa que seja o time de transição, a camisa é do Bahia, o peso, o respeito. É um time grande, não só do Nordeste, mas do Brasil. Nós respeitamos muito. A maneira de você respeitar é se dedicar, se aplicar, se superar e surpreender o adversário. Se você acreditar, facilitará as coisas. Não porque o adversário facilitou, mas porque você acreditou e se dedicou para que isso acontecesse", comentou, em entrevista à TVE.

Apesar das comemorações, o treinador lembra que o título ainda não está assegurado. A final do Baianão, contra o Atlético de Alagoinhas, terá o primeiro duelo no próximo domingo (16), às 16h, no estádio Carneirão, em Alagoinhas. A volta será no dia 23, no mesmo horário, na Arena Cajueiro. 

"Está de parabéns o grupo, por termos conseguido a vaga para a final. Mas o principal não é esse, é a próxima partida. Espero estar cada vez mais atentos e ligados no que podemos fazer. Porque, mais uma vez, duas equipes do interior para fazer história. Espero que estejamos mais ligados do que nunca para, mais uma vez, brigarmos pelo título, com a aplicação e dedicação que é normal de todos nós", disse Canindé.

Autor de um dos gols na vitória sobre o Bahia, Diones também celebrou a vaga, e lembrou que o título do Baianão do Tremendão está completando dez anos - foi conquistado em 2011.

"É uma importância muito grande. Em 2021, comemoramos dez anos do nosso título, de 2011. É um ano importante para nós, temos ciência disso. Antes de começar o campeonato, já conversamos sobre isso. O resultado fizemos por merecer. Sabemos que somos fortes na nossa Arena. Conseguimos colocar uma intensidade boa no primeiro tempo e, consequentemente, desgastar um pouco o Bahia. No segundo tempo, conseguimos fazer o gol que precisávamos para a classificação", comentou Diones.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas