Para o doguinho: loja lança cesta natalina personalizada para pets em Salvador

entre
19.12.2021, 11:00:00
Na cesta tem panetone canino e até vinho para pets também (Foto: Nara Gentil/ CORREIO)

Para o doguinho: loja lança cesta natalina personalizada para pets em Salvador

Kits custam R$ 72 e a expectativa é vender 120 unidades até o dia 25 dezembro

Vinho sabor carne, muffin, petisco. Tem também gorro de Papai Noel, uma bolinha smile, molhos para ração e panetone. Essa é a cesta de presente de Natal para cães, criada pela Probono Pet Center (@probonopetcenter), loja de produtos e serviços pets, inaugurada no último mês, em Salvador. O kit é um sucesso entre tutores mais apaixonados. Faltando uma semana para o Natal, já são 50 encomendas. Até o dia 25 de dezembro, a expectativa é dobrar esse valor e alcançar a venda de 120 unidades, como afirma a proprietária da loja, Silvana Torres.

“Assim que divulgamos a cesta no nosso Instagram, os clientes começaram a fazer encomendas, encantados com a proposta tão afetiva. Como também sou dona de pets, sempre fazemos algo natalino para eles em nossa casa. Então, tivemos a ideia de oferecer isso ao nosso público, justamente por considerarmos o bichinho como um integrante da família”, conta.

A ideia deu tão certo, que interessou, inclusive, aos tutores de outros bichinhos além de cães. “Para outros pets, como os gatos, o cliente pode escolher os produtos da cesta via Whatsapp ou mesmo vir pessoalmente à loja. Em seguida, colocamos tudo em embalagem especial com direito a foto em nosso cantinho instagramável, mais laços de fita. Afinal, os pets também merecem ter seu presentinho junto da árvore de Natal. Fica lindo”.

Os kits custam R$ 72, mas o valor pode variar, caso o tutor queira acrescentar algum mimo para o seu pet.  A loja acaba de completar um mês em operação e apesar de ainda não ter números mais consolidados de faturamento, só as cestas natalinas representam um ganho de R$ 3,6 mil até agora, isso sem contar com outros serviços e produtos pet center, que a Probono oferece. A expectativa é que a venda das cestas alcance um retorno de R$ 8,6 mil até o dia 25 dezembro.

“Assim como nós humanos adoramos receber cestas em datas especiais, trouxemos essa opção de uma forma bem prática para os tutores  presentearem seus bichinhos. É impressionante como nossos pets percebem e ficam felizes com esse tipo de iniciativa durante a ceia, quando acontece a troca de presentes. Fizemos um amigo secreto em casa e a cesta natalina veio com essa intenção, de fortalecer o laço afetivo entre o tutor e seu pet em todos os momentos”.

Silvana destaca que o que mais tem chamado atenção na cesta é o vinho para cães. Ele tem a aparência idêntica ao vinho que conhecemos, porém, não tem álcool e não é feito de uva, visto que os cachorros não podem consumir fermentados.

“É um sucesso. O vinho vem no sabor carne e o cão já sente assim que abrimos a garrafa. Foi uma maneira que criamos para o tutor “brindar” com seu pet. Inclusive, muita gente que não tem cão em casa pede a cesta para presentear amigos que tenham pets e isso é muito bacana”, pontua.

Valor agregado
A Probono Pet Center surgiu com uma proposta de oferecer um atendimento boutique  e serviço mais afetivo, como explica Silvana: “É um negócio familiar que surgiu  do amor que eu e minha filha, Joana Laurindo, temos pela veterinária. Quando falamos em um petshop mais afetivo isso quer dizer oferecer uma equipe que esteja diretamente ligada a priorizar a humanização, o que vai na contramão das grandes redes desse mesmo setor em que atuamos. Ou seja, mais atenção e menos industrialização do serviço”.

Para o analista do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Wagner Gomes, os consumidores que são tutores de pet, enxergam um grande valor em produtos feitos sob medida para o seu bichinho.

“As famílias, atualmente, são menores, menos filhos. A facilidade de encontrar empresas com serviços e produtos encoraja as pessoas a terem animais, o que faz a roda girar e tendo mais demanda e necessidades, há uma grande oportunidade para o segmento”, comenta.

Silvana deve pensar no ano que vem, outros formatos de cesta para datas comemorativas, como a Páscoa. Nos planos está também a oferta de uma creche.  “A creche para pets será dedicada especialmente ao público que trabalha fora e mora sozinho, deixando seu bichinho sob os nossos cuidados pela manhã e buscando à noite. Mais uma vez, o segredo é o atendimento humanizado: vamos analisar a personalidade de cada pet, inserido-o numa programação de brincadeiras, refeições na hora certa, contato ou não com outros pets”, completa.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas