Pastor Valdemiro é esfaqueado no pescoço durante culto: "A gente só vai quando Deus quer"

brasil
08.01.2017, 12:37:00
Atualizado: 08.01.2017, 14:37:25

Pastor Valdemiro é esfaqueado no pescoço durante culto: "A gente só vai quando Deus quer"

Depois de ter sido medicado, o pastor fez um vídeo no hospital para tranquilizar os fiéis; assista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, foi vítima de um ataque na manhã deste domingo (8) durante um culto no Brás, na Zona Sul de São Paulo. O atentado aconteceu por volta das 8h, quando o culto era transmitido ao vivo para todo o país.

Foto: Divulgação

Ele estava pregando quando uma pessoa ainda não identificada o abordou e o golpeou duas vezes no pescoço. Ele foi socorrido e encaminhado para um hospital onde passou por cirurgia. Ele levou cerca de 20 pontos no ferimento e não corre risco de morrer.

Segundo o jornal O Dia, o suspeito, que não teve o nome divulgado, foi contido por seguranças da igreja e levado para a 8ª Delegacia (Brás), onde foi preso em flagrante e autuado por tentativa de homicídio. Segundo a polícia, o suspeito não é um fiel da igreja.

Depois de ter sido medicado, o pastor fez um vídeo no hospital, ao lado da esposa, a bispa Franciléia. "Estava limpando as mãos, acabando de ouvir um milagre de um testemunho. Entrou alguém que eu não sei, por trás, e me deu uma facada no pescoço. Mas fiquem tranquilos, a gente só vai quando Deus quer. Que Deus abençõe vocês e eu perdoo a pessoa que fez isso, não sei quem é, mas ela carece de perdão", disse.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas