Pela primeira vez na história, G4 do Baianão não conta com Bahia ou Vitória

esportes
17.03.2022, 06:00:00
Bahia e Vitória alcançaram marca inédita no Campeonato Baiano (Fotos: WALMIR CIRNE/ESTADÃO CONTEÚDO e Arisson Marinh/CORREIO)

Pela primeira vez na história, G4 do Baianão não conta com Bahia ou Vitória

Dupla Ba-Vi foi eliminada na primeira fase do estadual

O Campeonato Baiano está vivendo uma situação inédita em 2022. Pela primeira vez em mais de 90 anos, nem o Bahia e nem o Vitória terminam suas participações entre os quatro primeiros colocados da competição. 

Desde 1931, quando o tricolor foi fundado, ao menos um dos dois times sempre esteve entre os quatro. Ao longo desse tempo, o Esquadrão faturou 49 títulos, enquanto o Leão ganhou 27 vezes (o rubro-negro já tinha sido campeão de outras duas edições, em 1908 e 1909).

O cenário inédito foi confirmado na noite desta quarta-eira (16), quando ambos venceram seus jogos, mas mesmo assim não levaram. O Vitória derrotou o Bahia de Feira por 2x1, enquanto o Bahia fez 3x0 no Vitória da Conquista. 

No fim, quem assegurou a vaga em disputa foi o Barcelona de Ilhéus, que venceu o Doce Mel por 2x1 e se manteve em quarto. O time se juntou aos já classificados Jacuipense, Bahia de Feira e Atlético de Alagoinhas.

Aliás, é o segundo ano seguido que as equipes do interior conseguem um feito histórico no Baianão. No ano passado, a final do campeonato foi disputada, pela primeira vez, sem representantes da capital. Enquanto o Bahia foi eliminado pelo xará de Feira na semi, o Vitória caiu ainda na fase de grupos. O campeão foi o Atlético de Alagoinhas, que conquistou seu primeiro título.

O cenário já virou ‘comum’ ao Leão, que não consegue avançar ao mata-mata há quatro anos. Já o tricolor não ficava de fora da segunda fase do Baiano há 19 anos, desde 2003.

Calendários
Sem a semifinal do Baianão, Bahia e Vitória voltam suas atenções para outros duelos decisivos nos próximos dias, pelas Copas do Nordeste e do Brasil, respectivamente.

O Esquadrão tenta avançar para as quartas de final do regional e terá uma última chance para garantir a vaga. Mas, fora do G4 do Grupo B, na 5ª colocação, o time depende de uma combinação de resultados para se classificar. A rodada final será sábado, às 17h45, e a equipe encara o já eliminado Sergipe, no Batistão.

Caso termine de fora da próxima etapa do Nordestão, o Bahia ficará pouco mais de 20 dias sem jogar partidas oficiais. O clube só voltaria a campo para a Série B, que tem início previsto para o dia 9 de abril. A equipe também está na Copa do Brasil, mas, por ter sido campeão do regional no ano passado, entra direto na terceira fase - que tem duelo de ida programado apenas para o dia 20 de abril.

Já o Vitória terá pela frente a segunda etapa do mata-mata nacional. O Leão entra em campo na próxima quarta-feira, às 21h30, no Barradão, para pegar o Glória. O confronto é único e quem vencer avança à terceira fase. Em caso de empate, a vaga é definida nos pênaltis.

Se cair na Copa do Brasil, o rubro-negro ficará sem compromissos por pouco mais de 15 dias. Sem disputar o Nordestão neste ano, o Vitória teria pela frente apenas a Série C, que deve começar no dia 10 de abril.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas