Pelé 80 anos: rei jogou 21 vezes na Bahia, duas delas em Ilhéus

esportes
23.10.2020, 18:42:00
Atualizado: 24.10.2020, 09:13:25
Pelé chegando para jogar no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus (Acervo Santista)

Pelé 80 anos: rei jogou 21 vezes na Bahia, duas delas em Ilhéus

Veja lista de todas as partidas do eterno 10 no estado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os primeiros passos de Edson no futebol foram na cidade de Bauru, em São Paulo. Ensinado pelo pai, o também jogador Dondinho, que entre outros clubes defendeu o Fluminense, o garoto se dividia entre o trabalho em lojas de chá e as jogadas magistrais que chamavam a atenção e eram tratadas apenas como brincadeira. 

Já como Pelé, o reconhecimento como um craque foi iniciado nos gramados da Vila Belmiro, em Santos, mas a consolidação como maior jogador de futebol de todos os tempos aconteceu em diferentes estádios ao redor do mundo. E a Bahia, claro, não poderia ter ficado de fora.

Do início da carreira, em 1956, até a última partida, pelo Cosmos, dos Estados Unidos, em 1977, Pelé jogou na Bahia em 21 oportunidades. Foram partidas por Santos, Seleção Paulista e Seleção Brasileira.

Ao todo, o rei venceu 13, empatou cinco e perdeu três. Balançou as redes em sete oportunidades. E enquanto o Bahia foi a maior vítima, derrotado oito vezes, o Vitória se apresentou como pedra na chuteira. Nos dois confrontos com o Leão na capital baiana, Pelé perdeu ambos e não fez gol.

A primeira vez do craque na Bahia foi em 1957. Apenas uma temporada depois da estreia de Pelé no time principal do Santos, o alvinegro desembarcou em Salvador durante uma excursão - o que era muito comum na época.

No dia 20 de agosto daquele ano, o Santos disputou um amistoso contra a Seleção de Salvador. O garoto de apenas 17 anos não marcou gol no empate por 2x2. Dois dias depois, o rival foi o Bahia. Na mesma Fonte Nova, o Peixe venceu por 2x1. Pelé novamente passou em branco. Os gols foram anotados por Pagão, duas vezes, e Adulce descontou para o tricolor.

O primeiro gol de Pelé em solo baiano só aconteceria dois anos depois. No jogo de volta da Taça Brasil de 1959, o rei, que já tinha sido uma das estrelas na conquista da Copa do Mundo de 1958, na Suécia, marcou um dos gols da vitória santista por 2x0 sobre o Bahia. O resultado obrigou a realização de um terceiro jogo, já que o Esquadrão havia vencido por 3x2 na Vila Belmiro. Em campo neutro, no Maracanã, o Bahia voltou a vencer o Santos, por 3x1, e se tornou o primeiro campeão brasileiro da história.

O troco de Pelé no tricolor viria em janeiro de 1964. No reencontro entre as equipes em nova final da Taça Brasil, válida pela temporada 1963, o camisa 10 marcou os dois gols que selaram a vitória do Santos por 2x0 e a conquista do título na Fonte Nova. No jogo de ida, em São Paulo, Pelé já havia castigado a defesa tricolor com outros dois gols na goleada por 6x0.

Sem chance com o Leão

Os dois únicos jogos de Pelé contra o Vitória na Bahia aconteceram na década de 1970. Pelo Campeonato Brasileiro de 1972, o Santos foi derrotado por 1x0 em confronto válido pela primeira fase. Almiro, aos 8 minutos, marcou o único gol.

No ano seguinte, o Leão voltou a mostrar força diante do rei e venceu por 2x0, também pela primeira fase do Brasileirão. Gols de Almiro e Fernando Roberto na Fonte Nova.

Com a camisa da Seleção Brasileira, Pelé fez apenas um jogo na Bahia. Em 1969, durante a preparação para a Copa de 1970, no México, onde o Brasil conquistaria o tricampeonato, a equipe ainda treinada por João Saldanha fez um amistoso contra o Bahia e goleou por 4x0. Pelé, Jairzinho, Edu e Tostão marcaram os gols.

Pelé jogou em Ilhéus

Dos 21 jogos que Pelé fez no estado, 19 tiveram a Fonte Nova como palco. Os únicos que não aconteceram no estádio foram disputados em Ilhéus. Em 1965, o Santos aproveitou o fim da Libertadores e saiu em excursão pelo Brasil. Chegou então à Bahia no mês de maio e encarou o tricolor em amistoso realizado no estádio Mário Pessoa. A partida terminou com goleada alvinegra por 6x1.

Três dias depois, as equipes voltariam a se encontrar em amistoso, dessa vez na Fonte Nova. O Esquadrão foi derrotado outra vez, por 2x0. Pelé passou em branco nos dois jogos.

A segunda vez de Pelé no Mário Pessoa foi no ano de 1967, e o camisa 10 fechou a vitória de 3x1 do Peixe sobre a Seleção de Ilhéus com um gol aos 34 minutos do segundo tempo. No primeiro, Adílson e Toninho fizeram para o Santos e Americano diminuiu.

A última aparição de Pelé nos gramados baianos aconteceu já em 1975. O rei era jogador do Cosmos, dos Estados Unidos, mas aceitou pedido do Santos e participou de um jogo contra o Bahia pelo Torneio Governador Roberto Santos. O astro jogou apenas o primeiro tempo e não balançou a rede.

Números do rei na Bahia

Jogos: 21 (19 na Fonte Nova e 2 no Mário Pessoa)
Vitórias: 13
Empates: 5
Derrotas: 3
Gols marcados: 7

Todos os jogos de Pelé na Bahia (ordem cronológica):

1957
20/08/1957 - Seleção de Salvador 2x2 Santos - Amistoso - Fonte Nova
22/08/1957 – Santos 2x1 Bahia – Amistoso – Fonte Nova

1959
23/04/1959 – Santos 2x1 Bahia – Amistoso – Fonte Nova
30/12/1959 – Santos 2x0 Bahia – Taça Brasil – Fonte Nova (1 gol de Pelé)

1960
19/01/1960 – Seleção Baiana 0x2 Seleção Paulista

1961
22/12/1961 – Santos 1x1 Bahia – Taça Brasil – Fonte Nova

1964
28/01/1964 – Santos 2x0 Bahia – Taça Brasil/63 – Fonte Nova (2 gols de Pelé)

1965
02/05/1965 – Santos 6x1 Bahia – Amistoso – Mário Pessoa, Ilhéus
05/05/1965 – Santos 3x1 Bahia – Amistoso – Fonte Nova

1967
07/05/1967 – Seleção de Ilhéus 1x3 Santos – Amistoso – Mário Pessoa (1 gol de Pelé)
17/09/1967 – Santos 3x2 Bahia – Amistoso – Fonte Nova

1969
06/07/1969 –Bahia 0x4 Seleção Brasileira (1 gol de Pelé)
16/11/1969 – Santos 1x1 Bahia – Roberto Gomes Pedrosa – Fonte Nova
14/12/1969 – Seleção Baiana 1x2 Seleção Paulista

1971
04/04/1971 – Santos 2x3 Bahia – Torneio Quadrangular – Fonte Nova (1 gol de Pelé)
07/04/1971 – Galícia 0x2 Santos – Torneio Quadrangular – Fonte Nova (1 gol de Pelé)
08/08/1971 – Bahia 0x0 Santos – Campeonato Brasileiro – Fonte Nova

1972
17/09/1972 – Vitória 1x0 Santos – Campeonato Brasileiro – Fonte Nova
29/10/1972 – Bahia 0x2 Santos – Campeonato Brasileiro – Fonte Nova

1973
29/08/1973 – Vitória 2x0 Santos – Campeonato Brasileiro – Fonte Nova

1975
07/12/1975 - Bahia 1x1 Santos – Torneio Governador Roberto Santos – Fonte Nova 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas