Pep Guardiola recusa rótulo de favorito do City contra Lyon

esportes
14.08.2020, 17:15:00
(Foto: Handout/UEFA/AFP)

Pep Guardiola recusa rótulo de favorito do City contra Lyon

"Em uma eliminatória de um só jogo, qualquer erro pode custar caro", afirmou o técnico do time inglês

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Manchester City faz neste sábado (15) o duelo contra o Lyon, no estádio José Alvalade, em Lisboa, o último duelo pela fase de quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. O time inglês vem de vitória sobre o Real Madrid e o francês eliminou a favorita Juventus de Cristiano Ronaldo, mesmo atuando em Turim, na Itália. Precavido, o técnico espanhol Pep Guardiola afirmou nesta sexta-feira (14) que "tudo pode acontecer" em um jogo eliminatório e rejeitou o favoritismo de sua equipe.

"Todos os jogos são finais. Vimos o quão equilibrados foram os dois primeiros jogos das quartas de final (vitórias nos últimos minutos de Paris Saint-Germain e RB Leipzig contra Atalanta e Atlético de Madrid, respectivamente) e amanhã (sábado) não será diferente. Em uma eliminatória de um só jogo, qualquer erro pode custar caro", disse Guardiola, em entrevista coletiva por videoconferência.

"Os clubes de elite, como Barcelona, Real Madrid, Bayern Munique, além de outros ingleses ou franceses, estarão sempre presentes nestas fases da competição, mas em um só jogo tudo pode acontecer. Numa competição normal, com jogos de ida e volta, é difícil vencer estas equipes nos seus estádios, mas num só jogo tudo pode acontecer", continuou o espanhol, ressaltando que o desempenho contra o Real Madrid não garante nada ao City.

"Foi muito importante para nós ultrapassar o rei desta competição, nos deu muita confiança. No entanto, não há favoritos neste momento. Em dois jogos, os favoritos podem ter vantagem, mas, assim, tudo muda", reforçou o treinador, que conduziu o Barcelona aos títulos europeus de 2009 e 2011.

Ainda à procura do primeiro troféu da Liga dos Campeões pelo Manchester City, Guardiola confia que a equipe pode atingir a final da atual edição e deixou um desejo em sua estada em Portugal, onde as fases decisivas estão sendo disputadas: "Esperamos ficar mais uns dias neste belo país".

O vencedor deste confronto vai duelar nas semifinais, na próxima quarta-feira, contra quem passar de Barcelona e Bayern Munique, os dois únicos campeões europeus ainda na disputa, que duelam nesta sexta, no estádio da Luz, em Lisboa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas