Periperi sedia seletivas para festival de rap Nas Quebradas

entretenimento
13.03.2020, 21:45:00
Cada edição de batalha reúne oito participantes. A inscrição acontece por ordem de chegada (Vinícius Harfush / CORREIO)

Periperi sedia seletivas para festival de rap Nas Quebradas

Festival Nas Quebradas do Subúrbio ainda terá mais duas batalhas antes da grande final no dia 29 de março. Vencedor leva mil reais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma boa batida de hip hop ao fundo e a rima na ponta da língua. É assim que os participantes da batalha de rap do festival Nas Quebradas do Subúrbio se preparam para o momento das apresentações. Na sexta, na Praça da Revolução, no bairro de Periperi, aconteceu a última seletiva masculina da batalha de rap antes da grande final, que acontece no dia 29 de março no bairro de Plataforma. O vencedor levará um troféu e mais um prêmio mil reais.

Para Alex Collins, 29, fundador da Vem Pra Rua Rappers, que organiza a festa em parceria com a Fundação Gregório de Matos, projetos como este são importantes: “Muitos falam que o rap é cultura de marginalizado, mas a gente traz para mostrar que é diferente”, afirmou.

Mas antes da grande final, o calendário do festival marca uma batalha que exalta a luta e a resistência feminina no hip hop. No dia 25, quarta-feira, a Praça João Martins, em Paripe, recebe a Edição das Mina, batalha entre mulheres e que dá duas vagas na final.

Assim, homens e mulheres estarão na disputa do prêmio. Jaiana Lima, 23, que coordena as seleções, explica que colocar as mulheres nas batalhas é uma forma de protestar e mostrar que elas têm espaço no estilo. Jaiana garante que há uma demanda grande por parte das meninas.

Confira as próximas datas:

25 de março: Edição das Minas. Na Praça João Martins, em Paripe
29 de março: Grande Final. Na Praça São Braz, em Plataforma

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas