Petrovic corta Rafael Hettsheimeir e define seleção para Mundial

esportes
17.08.2019, 18:43:00
Atualizado: 17.08.2019, 19:37:04
Anderson Varejão ataca em jogo contra Montenegro (Reprodução)

Petrovic corta Rafael Hettsheimeir e define seleção para Mundial

Equipe brasileira masculina de basquete venceu Montenegro no Torneio Internacional de Lyon

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Pouco depois de a seleção brasileira masculina de basquete fechar a sua participação no Torneio Internacional de Lyon com uma vitória por 80x69 sobre Montenegro, neste sábado (17), na França, o técnico Aleksandar Petrovic definiu o grupo de 12 jogadores que defenderão o time nacional no Mundial da China, no qual fará a sua estreia no próximo dia 1º de setembro, contra a Nova Zelândia.

O treinador croata confirmou o corte do ala-pivô Rafael Hettsheimeir, que foi o último jogador a ser descartado neste período de preparação para a competição em solo chinês. Antes dele, o comandante havia cortado Jhonatan Luz e Lucas Dias, que souberam que não iriam para o grande torneio quando estavam em Anápolis (GO) para um dos amistosos que o Brasil fez contra o Uruguai, na semana passada.

Em um período de trabalho de 24 dias, a seleção brasileira realizou cinco amistosos preparatórios para o Mundial, sendo três deles no Torneio Internacional de Lyon, no qual derrotou a Argentina na estreia, na quinta-feira (15), e depois foi superada pela França, na sexta (16). Antes do evento em solo francês, o time nacional obteve duas vitórias sobre os uruguaios, uma em Anápolis e outra em Belém (PA).

"Depois desses dois primeiros jogos, contra Argentina e França, eu pude tirar minha últimas conclusões e acabei com as últimas dúvidas que ainda tinha na minha cabeça. E apenas por uma questão tática em relação aos demais jogadores que temos aqui eu decidi cortar o Hettsheimeir", afirmou Petrovic ao justificar a sua decisão.

Com o descarte de Hettsheimeir, os 12 jogadores que representarão o Brasil no Mundial serão os seguintes: Marcelinho Huertas, Rafa Luz, Yago, Alex Garcia, Leandrinho, Marquinhos, Didi, Vitor Benite, Augusto Lima, Bruno Caboclo, Cristiano Felício e Anderson Varejão.

Após a participação no Torneio de Lyon, a seleção embarca no domingo (18) rumo à cidade de Guangzhou, na China, onde fará dois amistosos contra os donos da casa em seu período final de preparação para o Mundial. Os brasileiros vão integrar o Grupo F na primeira fase da competição, na qual terá pela frente, além da Nova Zelândia na estreia, as seleções de Montenegro e Grécia.

O importante evento em solo chinês vai distribuir sete vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. O continente americano tem direito a dois lugares na Olimpíada e, por isso, para se garantir logo na competição japonesa, o Brasil precisar terminar entre as duas melhores seleções das Américas no Mundial.



***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas