Piloto do Campeonato de Velocidade na Terra morre em acidente na BA-131

bahia
20.11.2011, 12:22:00

Piloto do Campeonato de Velocidade na Terra morre em acidente na BA-131

Ele se preparava para disputar a sétima etapa da competição, quando capotou na pista

Luana Marinho Nogueira
luana.nogueira@redebahia.com.br

atualizada às 13h39

Um piloto do Campeonato Baiano de Velocidade na Terra morreu em um acidente na BA-131, no município de Miguel Calmon, a 360 km de Salvador, na manhã deste domingo (20). Erinaldo Matias de Carvalho, 46 anos, conhecido como Pernambuco, se preparava para disputar a sétima etapa da competição com um Gol, cor branca, quando capotou na rodovia.

De acordo com Selma Morais, presidente da Federação de Automobilismo da Bahia (FAB), o acidente ocorreu antes da competição começar.

“Houve o acidente só com Pernambuco. A competição nem tinha começado ainda. Depois que a carreta com todos os carros chegaram, ele pegou o carro dele e foi para o asfalto. Ele perdeu o controle da direção, não se sabe ainda se por alguma falha na pista ou problema no carro, capotou e caiu em uma ribanceira”, diz a presidente.

Pernambuco chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal Antonio Texeira Sobrinho, em Jacobina, mas não resistiu e morreu minutos depois. Por conta do acidente, o evento foi suspenso. A prova deste domingo (20) marcaria a inauguração do Circuito Calmonense de Velocidade na Terra, construído no limite com o município de Jacobina.

"Nós lamentamos muito, perdemos um grande piloto. Ele era um cara super alegre, animado. A torcida gostava dele porque ele era ousado. Era um excelente piloto", completa a presidente da Federação.

As provas estavam divididas nas seguintes categorias: Speed (S), Fusca com motor de AP 2000cc; Turismo (T), Gol, Voyage e Passat, com motor AP 1600cc; Super Turismo (ST), Gol, Voyage e Passat, com preparação livre.

Pernambuco disputaria a categoria Super Turismo. O corpo dele será encaminhado para Salvador e deve ser sepultado nesta segunda-feira (21).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas