Polícia apreende milhares de produtos falsificados em loja na Carlos Gomes

salvador
04.05.2021, 11:08:00
Atualizado: 04.05.2021, 11:08:57
(Haeckel Dias/Polícia Civil)

Polícia apreende milhares de produtos falsificados em loja na Carlos Gomes

A apreensão aconteceu nesta terça-feira (4), durante a Operação Consumidor Legal

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Milhares de itens eletrônicos, acessórios para celular e brinquedos falsificados foram apreendidos pela polícia em uma loja localizada na Rua Carlos Gomes, em Salvador. A apreensão aconteceu nesta terça-feira (4), durante a Operação Consumidor Legal, deflagrada pela Receita Federal e pela Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon).

A ação, que investiga os crimes de contrabando e descaminho, levou à condução do proprietário à delegacia. Representantes das marcas estão presentes na operação.

"Produtos como estes, que não passam por órgãos fiscalizadores, podem causar diversos danos à sociedade, como explosões e acidentes domésticos, além de não ter garantia" relatou a titular da Decon, delegada Maria Aparecida Guerra. 

Os itens recolhidos serão encaminhados para a Decon e, posteriormente, para a Receita Federal. "É retirado tudo que tem suspeita de falsificado e sem pagamento de impostos. A partir daí, os produtos falsificados são destruídos e os originais sem nota fiscal podem ser doados ou ir para leilão", informou o auditor da Receita Federal Klaus Schlucking.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas