Por uso de celular em campo, goleiro do Atlético-PR é suspenso

esportes
26.07.2018, 16:10:24
Goleiro do Atlético-PR usa celular antes de jogo começar (Reprodução)

Por uso de celular em campo, goleiro do Atlético-PR é suspenso

Santos não poderá enfrentar o Vitória, domingo (29), na Arena da Baixada

Nem sempre as boas intenções surtem efeito. Flagrado no celular pouco antes da bola rolar na partida entre Atlético-PR e Atlético-MG, dia 13 de maio, o goleiro Santos foi suspenso por um jogo pelo Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta quinta (26), e deverá desfalcar o Furacão contra o Vitória no domingo (29), às 16h, na Arena da Baixada. Além disso, o time paranaense foi multado em R$ 50 mil. Não cabe mais recurso.

Na ocasião, o goleiro afirmou que o ato se tratava de uma campanha de marketing do clube para alertar sobre o uso do celular no trânsito. "O que eu fiz em campo é igual ao que milhares de pessoas fazem todos os dias no carro. Só que se envolver em um acidente de trânsito é muito mais perigoso do que tomar um gol", declarou Santos, na época.

O jogador acabou citado pela Procuradoria do STJD por conta do artigo 258 do CBJD, que fala em conduta contrária à disciplina e ética. A suspensão era de até seis jogos. Como ele não foi expulso na ocasião, terá que cumprir a pena. O clube foi citado pelo artigo 191, inciso I, por deixar de cumprir obrigação legal. A multa era de até R$ 100 mil. 

A Quinta Comissão disciplinar havia absolvido Santos e advertido o Atlético-PR, decisão que a Procuradoria discordou e, por isso, levou o caso ao Pleno. "Precedente complicado ao absolver o atleta. Caso relevante, muito divulgado e que o fato da CBF não ter autorizado essa publicidade deve ser levado em consideração". Os auditores entenderam que Santos assumiu um risco com a campanha. 


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas