Pós-Lida vai da prosa à poesia para dançar no próximo domingo (19)

entretenimento
15.01.2020, 21:00:00

Pós-Lida vai da prosa à poesia para dançar no próximo domingo (19)

Recital tem temporada de verão na Casa Boqueirão, Santo Antônio Além do Carmo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Alessandra Benini/Divulgação

A próxima edição do Pós-Lida (recital de poesia e alguma prosa), que acontece no próximo domingo (19), às 17h, na Casa Boqueirão, no Santo Antônio Além do Carmo, traz uma programação que vai da prosa literária à poesia para dançar.

Os convidados da vez são o escritor Victor Mascarenhas, que lançou recentemente o livro “O Som do Tempo Passando”, a poeta Laura Castro, autora de “Oarmarinho”, e a dupla formada pelo cineasta Caio Araújo e o DJ Pivôman. “Saíremos da leitura prosaica até chegar ao bregafunk melódico cinematográfico”, explica o poeta James Martins, organizador do evento.

Como parte do bloco da “poesia dançante”, o poema “Estudos Para Uma Bailadora Andaluza”, de João Cabral de Melo Neto, será transformado em “Estudos Para Uma Bailadora Funkeira Andaluza Carioca”.

“É uma espécie de contra-homenagem ao centenário do meu poeta favorito. Isso porque ele detestava música, samba e, certamente, também funk. Mas aplaudia ousadias formais. E nossa leitura não tem nada de acomodada, pelo contrário, ‘açula a atenção, isca-a com o risco’, como o próprio Cabral preconizava”, adianta James.

Pós-Lida está em Temporada de Verão na Casa Boqueirão desde o início de dezembro. Entre os convidados já recebeu Tuzé de Abreu, Saulo Dourado, Inah Irenam, Lúcio Agra, Franciel Cruz, Denisson Palumbo e Ricardo Correia Além do Caos.

Serviço
O quê: Pós-Lida convida Victor Mascarenhas, Laura Castro, Caio Araújo & Pivôman
Quando: Domingo (19), às 17h
Onde: Casa Boqueirão (Rua Direita de Santo Antônio, 56)
Quanto: R$ 5 (contribuição).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas