Prefeitura sinaliza retorno da Carlos Gomes ao Carnaval e mais um dia de Furdunço

carnaval
18.02.2015, 11:11:00

Prefeitura sinaliza retorno da Carlos Gomes ao Carnaval e mais um dia de Furdunço

Ao divulgar os números do Carnaval, Neto festejou a presença de mais de dois milhões de pessoas nas ruas, sendo 700 mil turistas

O aumento de 20% na presença de foliões nos circuitos de Salvador em comparação com 2014 foi comemorado, ontem, pelo prefeito ACM Neto (DEM). De acordo com o democrata, 2015 foi “o maior Carnaval de todos os tempos em participação popular”.  

Ao divulgar os números fechados do Carnaval, Neto festejou a presença de mais de dois milhões de pessoas nas ruas, sendo 700 mil deles turistas. Entre os recordes destacados pelo prefeito como prova do crescimento da participação popular na festa está o aumento no número de corridas de táxi. Até ontem foram 80 mil, contra 20 mil de todos os dias do ano passado, segundo a prefeitura.

Neto toca agogô com integrantes dos Filhos de Gandhy, domingo, no Campo Grande: agenda reuniu trabalho e folia, diariamente, das 10h às 4h (Foto: Agecom)

Neto também sinalizou a possibilidade de, a partir de 2016, a  Carlos Gomes retornar ao circuito do Carnaval. “Vou refletir a partir da Quarta-Feira de Cinzas se vamos voltar com a Carlos Gomes passando a ser novamente do circuito oficial”, disse o prefeito. Este ano, blocos como As Muquiranas e Filhos de Gandhy puderam usar a rua para seus desfile, assim como os blocos de samba.

Em oito dias de festa, Neto somou ao cargo de administrador da cidade um outro posto: o de folião. Daquele que assiste a show no chão, vai a camarote, sobe em trios, arrisca passinhos de arrocha, pagode e axé na passagem de uma atração ou outra no Campo Grande.

“No Carnaval, trabalho de um lado e curto do outro. Já aprendi a fórmula, porque gosto de curtir o Carnaval. A grande diferença é fazer com naturalidade”, declarou, ontem, na reta final da maratona festiva. A rotina do prefeito mudou desde a quarta-feira da semana passada.

CONFIRA TODA A COBERTURA DE CARNAVAL 

Sua agenda começava às 10h e só terminava depois da 4h do dia seguinte. Logo no fim da manhã, após baterias de entrevista, fazia reuniões diárias com o secretariado envolvido no Carnaval. Depois, colocava o pé nos circuitos do Centro e da orla. Só em camarotes, visitou mais de dez, incluindo o Expresso 2222, Axé Bahia, Schin e o espaço da promoter Licia Fabio. 

“Sou um apaixonado pelo circuito do Centro. Comecei a brincar o Carnaval muito novo, trazido por meu pai (o ex-senador Antonio Carlos Júnior). Hoje, mantendo essa tradição, estou trazendo minhas filhas pro Campo Grande”, disse. As filhas do prefeito, Lívia e Marcela, estiveram com ele domingo, no camarote da prefeitura.

Folião  

Quase todos os passos do prefeito foram devidamente registrados por ele: até a tarde de ontem, Neto havia postado 65 fotos e vídeos em seu perfil no Instagram.

Lá, há registro como o da subida ao trio dos Filhos de Gandhy, no domingo; do almoço na casa de Gilberto Gil, na sexta; da canja com Daniela Mercury, na abertura, quinta-feira; da ida ao trio de Durval Lélys, na segunda; e até a confirmação de que, mesmo depois da retirada do apêndice, Márcio Victor, do Psirico, cantaria no Campo Grande. Haja fôlego.

O prefeito até confessou que faria um mês de Carnaval. “Quando falo isso aqui na prefeitura, o pessoal fica doido, diz que não aguenta”, brincou. Mesmo assim, antecipou que, ano que vem, quer um sábado e um domingo de Furdunço no pré-Carnaval.

Antes do domingo - dia em que a cantora Ivete Sangalo brincou com o prefeito, dizendo que ele ficaria velho de tanta farra -, Neto já havia participado da saída do Ilê Aiyê, sábado à noite. Na segunda à tarde, assistiu à passagem do pagodeiro Igor Kannário pelo Campo Grande.  

O cantor, que participou do Carnaval graças à intervenção de Neto, agradeceu pela oportunidade de arrastar a pipoca no circuito do centro. “Tá ligado que o prefeito é barril”, gritou o cantor, do alto do trio. Para Neto, a pipoca de Kannário foi um dos momentos mais importantes do Carnaval. “Principalmente pela mensagem de paz que ele levou aos foliões”, disse Neto.  

Ontem, ao lado da convidada Regina Casé, apresentadora do programa Esquenta, da  TV Globo, Neto voltou ao  circuito do Campo Grande para acompanhar o retorno de Daniela Mercury ao Centro, depois de 20 anos de orla. Ainda subiu no trio de Alinne Rosa para uns passos de pagode quebradeira, quando ele mesmo quebrou até o chão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas