Programa Conversa Preta encerra temporada

entretenimento
02.12.2021, 12:00:00
Luana Assis e Luana Souza apresentam o programa Conversa Preta (Foto: Divulgação)

Programa Conversa Preta encerra temporada

Especial da TV Bahia será exibido neste sábado (4) e conta com ação de solidariedade

Os festejos de Santa Bárbara, sábado (4), abrem  o calendário das festas populares em Salvador. A data foi escolhida pela a TV Bahia para  marcar o encerramento da segunda temporada do programa Conversa Preta, que neste último episódio, além de muita musicalidade, trará um toque de solidariedade. 

Com exibição logo após o Vai que Cola, o programa contará com a participação de soteropolitanos que desenvolvem trabalhos sociais e atuam junto à comunidade preta para falarem de suas iniciativas, a exemplo de Yiá Nívia, do Instituto Oyá, e Dhay Borges, do Coletivo Resistência Preta. Além deles, a música seguirá dando o tom,  como foi durante esta temporada. 
Os telespectadores vão conferir as apresentações de Juliana Ribeiro, A Dama, Cronista do Morro, Lazzo e da banda Afrocidade. 

Trazendo o clima solidário que o período de final de ano inspira, o programa contará com a participação de um Papai Noel preto e realizará um Drive Thru Solidário, também no sábado, no estacionamento G0 do Shopping Bela Vista.  No local, serão arrecadados brinquedos, alimentos não perecíveis, materiais de higiene e limpeza, que serão destinados às famílias assistidas pela Central Única das Favelas – CUFA. 

“Vamos encerrar nossa segunda temporada unindo arte, solidariedade e muita gente preta. Será um momento de celebrar a vida, nossa e dos nossos, sem deixar de ajudar a quem mais precisa”, afirma a Diretora do Conversa Preta, a jornalista Mira Silva. Sábado, na Globo/Tv bahia, após o programa Vai que cola.


 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas