Programa de formação de curadoria gratuito abre inscrições em Salvador

entretenimento
14.09.2021, 12:34:00
Oshun e Fokidis (Divulgação)

Programa de formação de curadoria gratuito abre inscrições em Salvador

São 12 vagas oferecidas pelo Goethe-Institut; inscrições vão até dia 29

O Goethe-Institut Salvador-Bahia inicia nesta quarta-feira (15) o período para inscrições de interessados em fazer parte da primeira turma do Programa de Formação Curadoria para Arte no Espaço Público. O prazo de inscrição é até 29 de setembro. Serão selecionadas 12 pessoas, todas moradoras de Salvador ou de municípios da região metropolitana. 

Realizado pelo Goethe-Institut Salvador-Bahia, o programa acontece em parceria com o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM). A documentação exigida para inscrição está disponível no site do programa. Os selecionados serão divulgados até 14 de outubro.

No momento da inscrição, a pessoa deve enviar também o currículo e responder a algumas questões sobre curadoria, arte e espaços públicos. 

A iniciativa é gratuita e tem como objetivo ampliar a qualificação de profissionais que atuam na área cultural e têm interesse em curadoria, em especial nos projetos elaborados para exibição em espaços públicos.

Cronograma
O Programa de Formação Curadoria para Arte no Espaço Público será realizado em duas etapas. A primeira será em 2021 e consiste em três módulos ministrados on-line por especialistas do Brasil e convidados de países dos continentes africanos e europeus. Os encontros são divididos em “Introdução à curadoria”, “Aspectos legais e jurídicos” e “visibilidade e estrutura, interação e mediação”.

A segunda fase será em 2022, quando todos poderão acompanhar curadores profissionais na criação, planejamento e montagem de três exposições em espaços públicos ao longo do ano. Cada exposição acontecerá em período distinto e, para cada projeto, quatro participantes atuarão como assistentes e os demais como ouvintes. Nessa etapa, haverá ajuda de custo e a entrega do certificado aos que concluírem as duas fases do programa.

Especialistas da área
Especialistas brasileiros e estrangeiros estarão à frente dos encontros no Programa de Formação Curadoria para Arte no Espaço Público. Entre eles está Folakunle Oshun, artista e curador de Lagos, na Nigéria, que possui prática com esculturas em espaços não convencionais.

Outro nome confirmado é o da curadora grega Marina Fokidis. Escritora e conferencista, ela tem trabalhado no campo das artes contemporâneas nos últimos vinte anos. Um dos destaques no seu currículo é a curadoria da Documenta14, evento de artes visuais amplamente conhecido na Europa.

A partir desse compartilhamento de experiências, o programa vai funcionar como estímulo para que os profissionais pensem a curadoria de uma maneira mais ampla que os limites físicos de uma galeria ou museu. 

O público-alvo são agentes culturais, inclusive artistas, que tenham experiências em projetos realizados em espaços públicos, independente da linguagem artística e da função profissional exercida. A iniciativa é voltada também aos profissionais com atuação na área de curadoria e organização de eventos em qualquer linguagem artística.

“Queremos colaborar na formação de atores sociais que reconheçam a força das produções culturais na esfera pública. Existe potência na produção que eclode fora da galeria ou de um espaço fechado. É para o público nas ruas que a curadoria precisa olhar no nosso programa de formação”, diz a diretora do Goethe-Institut Salvador-Bahia, Friederike Möschel.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas