Próximo rival do Bahia, Coritiba perde para o Internacional

esportes
08.08.2020, 21:55:04
Atualizado: 08.08.2020, 22:00:24
Peruano Guerrero festeja o gol colorado (Ricardo Duarte/ Internacional)

Próximo rival do Bahia, Coritiba perde para o Internacional

Paolo Guerrero marcou o único gol da partida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Sem tempo de lamentar as derrotas sofridas para seus maiores rivais no meio de semana, Coritiba e Internacional iniciaram suas caminhadas no Campeonato Brasileiro neste sábado (8) à noite no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). O time gaúcho se apresentou sensivelmente melhor e venceu por 1x0, com gol de Paolo Guerrero.

Na quarta-feira, o Coritiba levou a virada por 2x1 do Athletico-PR e viu o rival se sagrar tricampeão paranaense. Na mesma noite, o Inter perdeu por 2x0 para o Grêmio, na final do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

O Coritiba começou o jogo melhor, armado no esquema 4-4-2 e com uma marcação adiantada, dificultando a saída de bola gaúcha. O Inter também usou o 4-4-2, mas apresentou lentidão na ligação entre o meio-campo e o ataque.

O primeiro lance de perigo saiu num chute de canhota de Saravia, que assustou Wilson e ele mandou para escanteio. Aos 27 minutos quem se assustou foi Marcelo Lomba, goleiro do Inter, que defendeu em dois tempos falta cobrada por Patrick Vieira. O chute foi de longa distância, mas a bola quicou na pequena área e dificultou a defesa.

A melhor chance também foi do Coritiba num chute forte e de longe de Matheus Galdezani. A bola ganhou efeito e explodiu no travessão aos 38 minutos.

O Inter começou melhor o segundo tempo, mais ofensivo e com variações de jogadas. O técnico Eduardo Coudet fez duas trocas importantes após os 20 minutos. Colocou Thiago Galhardo e Boschilia, respectivamente, nos lugares de Praxedes e Marcos Guilherme.

Mais agressivo, os gaúchos abriram o placar aos 26 minutos. Thiago Galhardo invadiu a área pelo lado esquerdo e deu o passe para o meio para o chute de perna esquerda de Guerrero, que pegou o goleiro Wilson no contrapé.

Somente após sofrer o gol é que Eduardo Barroca mexeu no Coritiba. Mas o Inter se fechou bem e administrou a vantagem, mesmo tendo quase toda a sua defesa pendurada com cartões amarelos. O goleiro Marcelo Lomba não fez nenhuma defesa importante.

Na segunda rodada, o Coritiba vai enfrentar o Bahia, na quarta-feira, às 20h30, no estádio de Pituaçu. O Inter vai ser o mandante em Porto Alegre (RS) diante do Santos, quinta-feira, às 19h15.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA - Wilson; Patrick Vieira, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Matheus Galdezani (Matheus Bueno), Gabriel (Wanderley) e Ruy (Renê Junior); Robson (Wellisol) e Igor Jesus (Sassá). Técnico: Eduardo Barroca.

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Saravia, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Patrick (DAlessandro), Marcos Guilherme (Boschilia) e Praxedes (Thiago Galhardo); William Pottker e Paolo Guerrero (Zé Gabriel). Técnico: Eduardo Coudet.

GOL - Paolo Guerrero, aos 26 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Wellisol e Sassá (Coritiba); Saravia, Victor Cuesta, Praxedes e Bruno Fuchs (Internacional).

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (RJ/Fifa).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas