PSG arranca virada incrível, bate Atalanta e avança na Champions

esportes
12.08.2020, 18:18:00
Atualizado: 12.08.2020, 18:40:55
Neymar e Mbappé na comemoração pelo segundo gol do PSG (Foto: David Ramos/AFP)

PSG arranca virada incrível, bate Atalanta e avança na Champions

Time francês teve dia de show de Neymar e conseguiu gols ao fim da partida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Paris Saint-Germain está na semifinal da Liga dos Campeões depois de 25 anos. Nesta quarta-feira (12), o time conseguiu uma virada histórica sobre a Atalanta por 2x1 e avançou no campeonato. Os gols da vitória foram marcados aos 45 e 47 minutos do segundo tempo - Pasalic, ainda no primeiro, abriu o placar para os italianos.

Agora, o PSG espera o vencedor da partida entre RB Leipzig e Atlético de Madrid, que acontecerá nesta quinta-feira (13), às 16h. Todos os duelos estão sendo realizados em Lisboa. A semifinal acontecerá na terça-feira (18), no mesmo horário. Pela outra chave, Barcelona e Bayern medirão forças na sexta (14), enquanto Manchester City e Lyon duelam no sábado (15).

O primeiro tempo teve protagonismo de Neymar. O camisa 10 criou, driblou, achou espaços e chamou o jogo para si desde os primeiros minutos. Inclusive, foi dele a chance inicial de gol, logo aos 2 minutos, quando disparou sozinho e ficou cara a cara com o goleiro. Mas, inacreditavelmente, para desespero dos torcedores - e dos seus companheiros de time -, perdeu. Aos 18, apareceu novamente, mas nada de marcar.

Foi então que, aos 26 minutos, Neymar viu o que não queria: Zapata fez dividida com Kimpembe na entrada da área, e a bola sobrou para Pasalic acertar de canhota. Era a Atalanta quem se colocava na frente do marcador.

Com o gol italiano, o camisa 10 do PSG voltou a buscar jogo sozinho. E voltou a perder grandes chances. Aos 15 minutos do segundo tempo, Mbappé, que se recuperava de lesão no tornozelo e estava sem atuar há três semanas, entrou em campo. Rápido, o francês finalizou três vezes com grande perigo, mas o empate não chegava.

Nos minutos finais, quando tudo parecia acabado para o time de Paris, o resultado veio. Choupo-Moting cruzou, Neymar dominou, chutou, Marquinhos apareceu e deixou tudo igual no marcador, aos 45. Parecia que a prorrogação chegaria. Foi então que o atacante brasileiro Neymar descobriu Mbappé livre na esquerda. O francês rolou para Eric Maxim Choupo-Moting fazer o gol da vitória, aos 47. Grande virada para o PSG.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas