Quinze pessoas são presas durante operação em Feira de Santana

bahia
25.10.2013, 10:44:00

Quinze pessoas são presas durante operação em Feira de Santana

Operação aconteceu no bairro de Queimadinha, um dos locais com maior índice de assassinatos na cidade

Da Redação

Quinze pessoas foram presas nesta madrugada durante uma grande operação em Feira de Santana, município localizado a 109 quilômetros de Salvador. A ação envolveu a Polícia Civil e Militar da região, além de helicópteros do Graer, efetuou buscas no bairro de Queimadinha com o objetivo de cumprir 28 mandados de busca e apreensão.


15 pessoas foram presas, assim como 6kg de drogas ilícitas (Foto: Acorda Cidade)

Seis pessoas foram presas em flagrante e nove tiveram mandados de prisão cumpridos. Seis quilos de drogas também foram apreendidos pela polícia durante a operação. Segundo o  delegado da  Delegacia e  Tóxicos  e Entorpecentes de Feira de Santana (DTE), Carlos Lins, a operação faz parte de um conjunto de operações que acontece em vários bairros da cidade, com o objetivo de minimizar o índice de assassinatos no município.


Helicóptero auxilia polícia em buscas realizadas nesta manhã (Foto: Acorda Cidade)

"Estamos cumprindo os mandatos de busca e apreensão por homicídio e tráfico de drogas. Hoje, o bairro de Queimadinha é um dos locais onde o tráfico de drogas mais se concentra", disse o delegado Lins.


Operação cumpriu 28 mandados de busca e apreensão (Foto: Acorda Cidade)

Estas operações de busca e apreensão são comandadas pelo coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Feira de Santan),  Ricardo Brito. O Correio24horas tentou entrar em contato com o coordenador, mas até o momento não  obteve retorno.  

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas