Recordista mundial de atletismo é encontrada morta a facadas

esportes
13.10.2021, 14:41:00
Atualizado: 13.10.2021, 14:41:42
Agnes Tirop foi encontrada morta no Quênia (Jonathan Nackstrand/AFP)

Recordista mundial de atletismo é encontrada morta a facadas

Corpo da queniana Agnes Tirop foi achado em sua própria casa, e marido é o principal suspeito

Recordista mundial dos 10 mil metros, a corredora queniana Agnes Tirop foi encontrada morta em sua casa, nesta quarta-feira (13). A atleta de 25 anos teria sido assassinada pelo marido, de acordo com a federação queniana de atletismo. O caso está sob investigação das autoridades locais.

O corpo de Tirop foi encontrado em sua própria casa, na cidade de Iten, conhecida por ser uma base de treinamento para corredores de longa distância, no Quênia. De acordo com a imprensa local, ela sofreu facadas no abdômen. A polícia afirmou apenas que está investigando o caso.

"Quênia perdeu uma joia", disse a federação, em comunicado. Tirop conquistou duas medalhas de bronze em Mundiais na prova de 10 mil metros, em 2017 e 2019. E ficou em quarto lugar nos 5 mil metros na Olimpíada de Tóquio. Em grande fase, ela quebrou o recorde mundial dos 10 mil metros, em corrida de rua, no mês passado, na Alemanha.

O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, lamentou em comunicado a morte da grande promessa do atletismo do país. "É ainda mais doloroso saber que Agnes, uma heroína queniana, perdeu sua vida de forma dolorosa e tão jovem por causa de um crime perpetuado por uma pessoa egoísta e covarde".

O político cobrou agilidade das autoridades na investigação do suposto assassinato. "Eu peço a nossa polícia que apure a fundo o caso e prenda os criminosos responsáveis", disse o presidente do país.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas