Red Bull Bragantino bate a Chapecoense por 3x0 na Arena Condá

esportes
30.05.2021, 21:05:00
Atualizado: 30.05.2021, 21:05:12
Lucas Evangelista fez o segundo do Red Bull Bragantino sobre a Chapecoense (Ari Ferreira/Red Bull Bragantino)

Red Bull Bragantino bate a Chapecoense por 3x0 na Arena Condá

Ytalo, Lucas Evangelista e Helinho garantem vitória do Massa Bruta fora de casa

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O retorno da Chapecoense à elite do futebol nacional não vai nada boa. Mesmo jogando na Arena Condá, em Chapecó (SC), o time catarinense levou 3x0 do Red Bull Bragantino, neste domingo (30), pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O clube paulista foi amplamente superior e poderia ter voltado para casa com um placar bem mais dilatado. Os gols foram marcados por Ytalo, Lucas Evangelista e Helinho.

Campeã da Série B no ano passado, a Chapecoense vive um momento delicado. Após perder o título estadual para o Avaí, a diretoria demitiu o técnico Mozart. Por isso, estreou tendo no comando o interino Felipe Endres. Apesar de tentar uma pressão nos primeiros minutos, o time deixava um distanciamento muito grande entre os setores de defesa, meio de campo e ataque.

O Red Bull Bragantino soube tirar proveito disso e conquistou a vantagem no placar. O primeiro gol saiu aos 32 minutos do primeiro tempo, quando Ytalo saiu da área e na intermediária deixou a bola nos pés de Fabrício Bruno. O zagueiro esperou o momento certo para fazer o levantamento em direção à área, onde Ytalo apareceu entre os defensores para chutar firme.

O segundo gol aconteceu aos 34 minutos, em um lance bem parecido Desta vez o levantamento, pelo lado direito, foi feito por Ramires, que achou Lucas Evangelista entre os zagueiros para desviar de cabeça no canto direito do goleiro Tiepo.

O Red Bull Bragantino poderia ter definido o jogo no começo do segundo tempo quando criou duas grandes chances. Em uma cabeça de Fabrício Bruno e depois em um lance inacreditável em que Artur cruzou e Helinho, totalmente sem marcação e na pequena área, bateu na bola por baixo e ela subiu. Helinho, porém, se redimiu aos 28 minutos quando marcou o terceiro gol. Após passe de Lucas Evangelista, o atacante driblou um adversário, batendo cruzado e rasteiro.

Bem superior em campo, o time paulista poderia ter ampliado o placar. Mas mostrou um futebol eficiente, que comprova a sua produção a cada jogo dentro da filosofia de trabalho do técnico Maurício Barbieri.

Na segunda rodada do Brasileirão, a Chapecoense vai enfrentar o Palmeiras, no domingo, às 18h15, em São Paulo. O time de Bragança Paulista (SP) vai receber o Bahia, no sábado, às 21 horas, no estádio Nabi Abi Chedid.

Antes disso, nesta quarta-feira, às 21h30, o Red Bull Bragantino terá pela frente o Fluminense, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela terceira fase da Copa do Brasil. A Chapecoense vai receber o ABC-RN, no mesmo dia, às 16h30.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048