Reformada e iluminada: obras na Feira de São Joaquim são entregues

salvador
25.06.2020, 17:04:00
(Betto Jr/Divulgação)

Reformada e iluminada: obras na Feira de São Joaquim são entregues

Espaço foi revitalizado pela prefeitura

Um dos principais centros de abastecimento de Salvador, a tradicional Feira de São Joaquim passou por reformas e ganhou uma nova iluminação, mais moderna que a anterior, totalmente em LED. As intervenções foram concluídas e a cerimônia de inauguração foi realizada nesta quinta-feira (25), em ato simbólico com a presença do vice-prefeito Bruno Reis e do vereador Henrique Carballal.

Para que os comerciantes tivessem melhor condição de trabalho, o espaço passou por intervenções de infraestrutura, como serviços de drenagem e recapeamento, além de implantação de meio-fio e passeio, em uma área de 2,9 mil metros quadrados. O investimento da prefeitura foi de R$ 435,1 mil.

As obras eram um pedido antigo dos feirantes que atuam no local. “Espero que as intervenções tragam mais segurança ao trabalho e, principalmente, condições adequadas para a comercialização dos produtos. Quando aqui estive, há seis meses, as cenas eram estarrecedoras, com barro, lama e lixo para todo lado, sem as minímas condições para descarregar as mercadorias”, afirmou Bruno Reis.

Além da reforma, a Feira de São Joaquim recebeu ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19, como higienização completa da feira, desobstrução da sarjeta e da rede de esgoto, distribuição de máscaras de proteção facial e kits de higiene.

Inauguração ocorreu em ato solene que contou com o vice-prefeito Bruno Reis (Betto jr/Divulgação)

De acordo com o vice-prefeito, intervenções como essa são importantes para a valorização do comércio popular. “Construímos e reestruturamos diversos equipamentos públicos. Temos os mercados do Peixe, das Flores, da Liberdade, do Jardim Cruzeiro, de Periperi e de Itapuã. Vamos inaugurar, em breve, o Mercado de São Cristóvão – a obra está sendo finalizada. E já está pronto para ser entregue, assim que a pandemia passar, o Mercado de São Miguel, na Barroquinha, que nós recuperamos completamente”, assinalou.

Um dos comerciantes da Feira de São Joaquim, o vendedor Gago comemorou a reforça no espaço. “Para a gente, esta obra é muito importante. Esta feira está aqui desde 1964, quando Água de Meninos pegou fogo. E não passou por nenhuma intervenção. O governo do estado se comprometeu em terminar, em dezembro de 2014, a obra. Só fez 25%. Então, o restante do pessoal vem sofrendo muito. O nosso interesse é ver esta feira reformada”, frisou.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas