Retrocessos na saúde

artigo
18.10.2017, 05:55:00

Retrocessos na saúde

Uma mudança legislativa poderá alterar o futuro de 47,6 milhões de usuários de planos de saúde do dia para a noite. Trata-se do Projeto de Lei (PL) nº7419/06, que altera a atual Lei de Planos de Saúde (nº9656/98). As mudanças mais importantes e que afetarão diretamente a vida dos brasileiros giram em torno do rol de coberturas, dos planos de saúde ditos “populares”, do ressarcimento do SUS e da política de reajustes.
 
Segundo o referido PL, o rol da ANS, que hoje é considerado mínimo, passará a ser máximo. Ou seja, a cobertura para a cura das doenças não será mais o foco da nova lei, se aprovada. O que prevalecerá é um rol taxativo, que não obriga as operadoras a disponibilizarem os melhores recursos e a melhor medicina em prol do seu segurado. Por exemplo, atualmente, a ANS estipula um mínimo de 40 sessões de psicoterapia por mês. O número de sessões, que é insuficiente em muitos casos, será compreendido como máximo, descontinuando importantes tratamentos de saúde de patologias que necessitam acompanhamento contínuo, como depressão e outros transtornos mentais.
 
Outro ponto é a previsão de venda de planos populares. Estes planos contarão com diversas restrições de cobertura e o temor é que, por muitas vezes, eles sejam comercializados aproveitando-se do desconhecimento dos segurados. O cidadão pagará mais barato, mas levará uma cobertura infinitamente menor no atendimento de saúde.
 
O ressarcimento ao SUS (Sistema Único de Saúde) também é uma matéria tratada no Projeto de Lei. A pretensão é fazer valer, acima de tudo, a previsão de que a operadora de saúde não cobrirá os gastos do segurado do plano de saúde que utiliza o serviço público. Ocorre que, muitas vezes, a busca pela saúde pública ocorre por conta das restrições existentes nos próprios contratos privados.
 
Ainda na esteira das mudanças, o projeto prevê que os reajustes dos contratos de saúde não sejam regulados pela ANS e sigam na direção do que acontece hoje com os planos de saúde por adesão e/ou empresariais. Isso significa dizer que os consumidores serão ainda mais afetados pelos aumentos abusivos. O crescimento dos preços dos planos de saúde sempre se fundamentam no aumento de sinistralidade, questão que não deveria ter a participação do consumidor, já que o risco do negócio é uma responsabilidade da operadora. O que acontece atualmente é a transferência do risco para os consumidores que, via de regra, são hipossuficientes.
 
Diante disso, percebe-se que a alteração legislativa pretende promover, sem sombra de dúvida, o afastamento por completo da legislação consumerista nos contratos de plano de saúde. Longe do Código de Defesa do Consumidor, viveremos imenso retrocesso e descaso para com a população. A bem da verdade, nota-se que o lobby empresarial da saúde na Câmara de Deputados e Senado está movimentando uma máquina importante. Nas últimas eleições, ocorreu um aumento exponencial do volume de doações de planos de saúde para políticos – se comparado às eleições de 2002, 2006 e 2010. Em 2014, as seguradoras ajudaram a eleger três governadores, três senadores, 29 deputados federais e 24 deputados estaduais. Segundo registros do TSE, eles e outros 71 candidatos a cargos eletivos que não se elegeram receberam, juntos, R$54,9 milhões das operadoras de planos de saúde. 

Marina Basile é advogada especialista em Direito da Saúde


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/capita-marvel-nem-estreou-e-ja-tem-homem-boicotando/
Tudo por causa de um pedido da protagonista, Brie Larson, por mais inclusão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-como-foi-liverpool-0x0-bahia-pela-copa-sul-americana/
Resultado elimina o tricolor na primeira fase da competição; CORREIO transmitiu a partida ao vivo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/luisa-sonza-sera-convidada-do-trio-de-ivete-sangalo-em-salvador/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pabllo-vittar-anuncia-clipe-de-buzina-para-antes-do-carnaval/
A música mais animada do mais novo disco da drag deve ser sua aposta para o Carnaval
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/classico-da-tv-sai-de-baixo-chega-aos-cinemas/
Elenco é o mesmo do programa, com exceção de Cláudia Jimenez
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/falha-tecnica-deixa-trens-e-estacoes-do-metro-lotados/
CCR Metrô diz que falha foi provocada por vandalismo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fogo-em-piraja-comecou-em-espaco-alugado-pelo-sebrae/
Papéis, documentos e materiais de escritório foram atingidos pelas chamas; ninguém ficou ferido
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/daniela-mercury-e-entrevistada-ao-vivo-sobre-carnaval-2019/
Cantora abre cobertura especial do CORREIO sobre a maior festa popular da Bahia
Ler Mais