Revista diz que CR7 pagou R$ 650 mil em acordo por acusação de estupro

Futebol
14.04.2017, 17:56:00
Atualizado: 14.04.2017, 19:03:24

Revista diz que CR7 pagou R$ 650 mil em acordo por acusação de estupro

Através de sua assessoria, Ronaldo se posicionou sobre a acusação

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Melhor jogador do mundo na atualidade, o português Cristiano Ronaldo foi alvo de uma grande polêmica ontem. Segundo a revista alemã Der Spiegel, o jogador do Real Madrid teria pago 375 mil dólares (cerca de R$ 650 mil na cotação de janeiro de 2010, época do acordo) em um acordo após ser acusado de estupro por uma mulher em Las Vegas em 2009. De acordo com a publicação, as informações teria sido obtidas por meio de documentos cedidos pelo Football Leaks. 

(Foto: AFP)

Através de sua assessoria, Ronaldo se posicionou sobre a acusação. “A reportagem do Der Spiegel é falsa e Cristiano Ronaldo agirá contra esse órgão de comunicação social por todos os meios ao seu alcance. A imputação de uma violação é uma acusação nojenta e ultrajante que não pode ficar em claro”.

O texto ainda diz: “A suposta vítima recusa ser identificada. O enredo se baseia em documentos não assinados e em que as partes são identificadas por códigos, em e-mails entre advogados que não dizem respeito a Ronaldo”.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas