Ricardo Fagundes volta com o solo Das 'Coisa' Dessa Vida …

entretenimento
05.08.2022, 14:30:00
O ator Ricardo fagundes no solo Das 'Coisa' Dessa Vida... (Caio Lírio/divulgação)

Ricardo Fagundes volta com o solo Das 'Coisa' Dessa Vida …

Peça dirigida por João Miguel entra em cartaz no Teatro Sesi do Rio Vermelho, a partir deste sábado (6)

Nalde ainda era criança, mas colocava a toalha na cabeça e fazia da cama seu palco. Ele queria brincar de ser outra coisa, de estar no palco. Ali só sentia, não entendia. Cresceu, rebolou, chamou a atenção e percebeu que não é homem, nem mulher, nem binário, nem … Nalde não se define. 

Da mesa do seu bar de beira de estrada, Nalde convida a quem queira brilhar que nem vagalume para assistir  o solo Das 'Coisa' Dessa Vida …, encenado pelo ator Ricardo Fagundes no palco do Teatro Sesi do Rio Vermelho, a partir deste sábado (6). A montagem será encenada sempre aos sábados e domingos até dia 21 de agosto, sempre às 20h.

Vale lembrar que, estreado em 2019, com temporada no Teatro Gamboa Nova, o espetáculo recebeu três indicações ao Prêmio Braskem de Teatro 2019 - Direção, Texto e Ator. Pela atuação, Ricardo Fagundes ganhou o Prêmio Braskem de Teatro 2019 – categoria Ator. 

Vindo do Brasil profundo e com sonhos, o personagem sofreu muitas repressões e tentou se enquadrar nas regras sociais até que um dia percebe que não nasceu para agradar os outros. “Sai do seu interior e das catalogações impostas para poder existir”, declara João Miguel.

Serviço - Das 'Coisa' Dessa Vida … | de 6 a 21 de agosto, às 20h, sempre às sextas e sábados, no Teatro Sesi do Rio Vermelho | Ingressos: R$ 30 / R$ 15 , à venda no Sympla e na bilheteria do teatro

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas