Roger Waters exibe "Ele Não!" pouco antes de proibição legal

brasil
28.10.2018, 11:59:00
(Foto: Kate Izor/Divulgação)

Roger Waters exibe "Ele Não!" pouco antes de proibição legal

Cantor inglês se apresentou em Curitiba neste sábado (27) e voltou a protestar contra Jair Bolsonaro

A passagem do ex-Pink Floyd Roger Waters pelo Brasil continua sendo de protesto contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). Durante apresentação em Curitiba, neste sábado (27), o cantor inglês voltou a exibir a frase "Ele Não!", usada contra Bolsonaro. 

Para cumprir a legislação eleitoral brasileira, que proibia qualquer tipo de manifestação político-partidária a partir das 22h de ontem, Walters correu contra o tempo. Pouco antes do horário indicado as luzes do estádio Couto Pereira se apagaram e no teleão foi exbido o texto: "Essa é a nossa última chance de resistir ao fascismo antes de domingo. Ele Não!".

 

Logo depois do protesto, outra mensagem foi colocada no telão: "São 10h. Obedeçam a Lei”, disse. A atitude de Roger Waters foi aplaudida e também vaiada pelo público. 

Na sexta-feira (26), a Justiça Eleitoral do Paraná mandou advertir as produções de grandes eventos sobre a restrição de manifestações político-partidárias em Curitiba a partir das 22h de sábado por causa da legislação eleitoral brasileira.

No pedido, o MPE pediu que todos os envolvidos no show, além do próprio Waters, fossem notificados sobre a proibição de exibir "dístico, hashtag ou qualquer outra conduta que configure propaganda de apoio ou de repúdio".

Cerca de 41 mil pessoas acompanharam o show de Roger Waters, que durou três horas. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas