Rose Miriam tem direito a 50% da herança de Gugu, afirma advogado

entretenimento
04.01.2020, 08:05:00
Atualizado: 04.01.2020, 09:49:22
(Divulgação)

Rose Miriam tem direito a 50% da herança de Gugu, afirma advogado

Especialista diz que não é necessário morar na mesma casa para ter direitos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mesmo tendo ficado de fora do testamento escrito por Gugu Liberato em 2011, sua companheira Rose Miriam Di Matteo tem direito a metade da herança deixada pelo apresentador, morto aos 60 anos em novembro do ano passado, após sofrer um acidente doméstico na casa onde moravam, em Orlando, nos Estados Unidos. Foi ela, inclusive, quem o socorreu após o artista cair do sótão da casa.

A afirmação sobre a herança é do advogado Marcos Anthônio Tereza, especialista em heranças. Segundo explicou em entrevista ao site Na Telinha, mesmo que não tenha sido contemplada no documento, Rose Miriam tem direitos assegurados por lei, desde que a Justiça entenda que ela e Gugu eram casados. 

Leia também: Flavia Azevedo: Gugu: de bonzinho, só tinha a cara

 “A lei brasileira é clara quanto a isso, a esposa ou companheira é meieira de tudo que o sujeito ganhou depois da união”, disse o advogado. Neste caso, Rose teria direito a metade do que foi adquirido por Gugu após 2001, quando os dois tiveram o primeiro filho, João Augusto, e teriam iniciado um relacionamento. O apresentador e a médica tiveram ainda um casal de gêmeas dois anos depois, Marina e Sofia.

Ainda segundo o advogado, o fato de Gugu e Rose Míriam não serem casados no papel não muda a interpretação da lei. “Não precisa ser casado nem dividir a mesma casa. Basta a comprovação de que eles formavam uma família e isso parece bastante óbvio por conta de viagens, visitas constantes nas casas e as várias fotos juntas”, avaliou Marcos Anthônio Thereza.


A briga judicial pela herança de Gugu Liberato virou uma novela após a morte do apresentador. Isso porque ele deixou sua companheira Rose Miriam Di Matteo fora do testamento que escreveu em 2011, e a família acredita que ela não tem direito a nada. Inconformada, a médica acionou a justiça para requerer seus bens.

Caso a Justiça entenda que os dois eram companheiros, 50% dos bens adquiridos por Gugu após a união vão para a esposa (25%) e os três filhos (25%). A outra metade seria dividida de acordo com desejo manifestado no testamento do apresentador, que contempla a mãe, os filhos e os cinco sobrinhos.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas