Rui libera até 50% do público nos estádios de futebol da Bahia

esportes
26.10.2021, 08:50:57
Atualizado: 26.10.2021, 14:43:26
(Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)

Rui libera até 50% do público nos estádios de futebol da Bahia

'Incentivo para Bahia e Vitória', disse governador

Os jogos de futebol na Bahia agora poderão ter até 50% da capacidade do estádio, informou Rui Costa, que está em viagem aos Emirados Árabes Unidos. Atualmente, Bahia e Vitória podem comercializar apenas 30% da carga total de ingressos quando jogam na Fonte Nova e Barradão.

Um decreto oficializando a mudança deve ser publicado em breve por Adolfo Menezes, governador em exercício do estado. "Que a medida seja um estímulo ao Bahia e Vitória", escreveu Rui em seu Twitter.

O governador ainda frisou que a medida será tomada com base nos números atuais da covid-19.

Para terem acesso aos estádios, os torcedores precisarão comprovar a vacinação com as duas doses e fazer o uso de máscaras de proteção.

Como funciona acesso
Todos os torcedores terão que apresentar documento com foto, acompanhado do cartão de vacinação ou o Certificado COVID obtido através do aplicativo “CONECT SUS” do Ministério da Saúde, comprovando que recebeu as duas doses ou a dose única da vacina. É obrigatório o uso de máscara no acesso e durante todo o jogo. Frascos com álcool em gel de até 100 ml estão liberados, já álcool líquido será proibido. 

Também devem ser adotadas medidas para controlar o os fluxos de entrada e saída nos estádios e o "contingenciamento de público nas regiões adjacentes de modo a evitar aglomerações".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas