Saiba qual é o vinho baiano que aparece entre os top da Casa Miolo

entretenimento
15.05.2022, 11:00:00

Saiba qual é o vinho baiano que aparece entre os top da Casa Miolo

O Testardi 2020, elaborado no município de Casa Nova, é um dos Sete Lendários da vinícola

O vinho Miolo Testardi 2020, elaborado em Casa Nova (BA), é um dos Sete Lendários da Miolo Wine Group — uma coleção que celebra safras espetaculares e vinhos longevos de diferentes terroirs brasileiros. “Teimoso” em italiano, Testardi simboliza a obstinação dos sertanejos e a persistência da vinícola em mostrar ao mundo que, sim, nascem grandes vinhos no Nordeste.

“A variedade Syrah já tem aptidão consolidada na região, ainda pouco explorada; e aponta outras possibilidades, com novas castas tintas que estão sendo descobertas, como Grenache e Mourvèdre”, revela o diretor superintendente da Miolo Wine Group, Adriano Miolo. A declaração foi dada durante o lançamento da coleção Os Sete Lendários da Miolo 2020, que ocorreu em 30 de abril no Hotel Spa do Vinho, em Bento Gonçalves (RS).

As 13.500 garrafas  estão chegando ao mercado após um processo de elaboração totalmente diferenciado. Começou com a colheita no período do inverno sertanejo, ao contrário de todos os demais da linha. Passou por fermentação e conversão malolática espontâneas, na presença das cascas, com amadurecimento com mix de barricas francesas novas e de segundo a terceiro uso por 12 meses. O resultado é um vinho inusitado, surpreendente, que chega com novo rótulo.

De coloração violácea profunda, traz aromas de frutas vermelhas e negras maduras, com notas de especiarias como pimenta preta e noz moscada, além de toque defumado. No paladar, tem boa estrutura, acidez média e longa persistência. Uma pedida para degustar com carne de carneiro, bode, carne de sol e um bom churrasco.

O Miolo Testardi 2020 tem boa estrutura, acidez média e longa persistência no paladar (divulgação)

EM EXCELENTE COMPANHIA
O vinho sertanejo chega ao mercado ao lado de grandes tintos de 2020, considerada a “Safra das Safras” no Rio Grande do Sul por ter permitido uma excelente maturação das uvas. Essa é a segunda edição da coleção, que estreou em 2018 e só será lançada novamente quando todos os terroirs da vinícola gerarem uvas com o mais alto padrão de qualidade.

São vinhos únicos. Mas, em comum a todos os rótulos desta safra, há uma filosofia de vinificação mais minimalista e atenciosa, focada na fruta e com fermentação espontânea. Todos também têm a maturação “perfeita”, gerando vinhos que na legislação brasileira são categorizados como “nobres” — pois têm acima de 14% de álcool. “Para ser lendário, a vinificação veio para uma vertente minimalista. Hoje, fazemos vinho de terroir, não vinho de adega. E a receita é simples: correr riscos”, resume bem o enólogo Miguel Almeida.

Entre os que já estão liberados  para  degustação agora, mesmo podendo amadurecer bem por longos anos, estão o próprio Testardi; o perfumado e profundo Quinta do Seival Castas Portuguesas; e o maduro e surpreendente Miolo Sebrumo Cabernet Sauvignon, ambos de Candiota (RS), na Campanha Gaúcha. 

Castas Portuguesas é elaborado com Touriga Nacional e Tinta Roriz, também conhecida como Tempranillo. Impossível não notar as notas intensas de violeta, típicas da Touriga; envoltas nos aromas de frutas negras em compota e toque tostado. Sebrumo, por sua vez, é um varietal apaixonante de Cabernet Sauvignon. Complexo, maduro e pleno, traz notas intensas de frutas vermelhas e negras com nuances tostadas e sem a nuance verde que costumamos encontrar em diversos varietais desta uva. Volumoso e de boa acidez, possui final longo e agradável.

Adriano Miolo (dir. superintendente da Miolo) ao lado do enólogo Miguel Almeida e demais profissionais que atuam nos vinhedos da empresa (divulgação)

Os demais precisam de mais alguns anos de guarda, mas já contam boas histórias. O Miolo Merlot Terroir nasce em quatro vinhedos do Grupo Miolo instalados nos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul — integrantes da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV). Com seu rubi intenso, traz notas de frutas vermelhas envoltas em nuances de cacau, café e baunilha.

Também da DOVV, temos o Miolo Lote 43 — nome que se refere ao terreno no Vale dos Vinhedos em que a família plantou suas primeiras uvas. Elaborado com um blend de Merlot e Cabernet Sauvignon, traz alto poder de guarda com notas frutadas como compota de figo, ameixa-preta, cacau, trufa, pimenta-preta e alcaçuz. Na boca é também estruturado e volumoso. 

O Miolo Vinhas Velhas Tannat, como o próprio nome diz, nasce de videiras de 46 anos localizadas em Santana do Livramento, na Campanha Gaúcha. Um tinto profundo, de coloração rubi com nuances violáceas, encorpado, com aromas que remetem a frutas vermelhas e negras maduras e chocolate. Já o Sesmarias é um evento: é um blend complexo e expressivo de seis uvas da Campanha, com fermentação integral em barricas de carvalho e estágio por 18 meses em barricas francesas novas. O corte dos seis vinhos estagia por mais de 18 meses em barrica nova de carvalho francês.

ONDE E COMO PROVAR 
Para degustá-los, há opções: buscá-los individualmente em lojas especializadas; adquirir no site da vinícola o Kit Lendários 2020 (R$ 2.254,86), que chega em caixa de madeira e passará a ser enviado a partir de junho; ou participar do roteiro enoturístico criado exclusivamente para degustação dos rótulos.

O passeio (R$ 280) inclui o Vinhedo Modelo da Miolo, com 40 variedades; visita ao interior da vinícola; à Grande Cave de Barricas e a degustação na Sala Vip, acompanhada com tábua de frios e queijos. A visita tem duração de 2h30, acontece às sextas e sábados com mínimo de oito e máximo de 10 pessoas.

OS SETE LENDÁRIOS E SEUS TERROIRS

Miolo Testardi Syrah -  (Vale do São Francisco – Terranova, Casa Nova/BA)

Miolo Merlot Terroir  - (Vale dos Vinhedos – Miolo, Bento Gonçalves /RS)

Miolo Lote 43  (Vale dos Vinhedos – Miolo, Bento Gonçalves /RS)

Miolo Quinta do Seival Castas Portuguesas  (Campanha Meridional – Seival, Candiota/RS)

Miolo Sebrumo  (Campanha Meridional – Seival, Candiota/RS)

Miolo Sesmarias  (Campanha Meridional – Seival, Candiota/RS)

Miolo Vinhas Velhas  (Campanha Central – Almadén, Santana do Livramento/RS)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas