Sala Walter da Silveira abre a programação do ano com filmes premiados

TesteOpec
27.02.2020, 15:07:00
Atualizado: 09.03.2020, 11:22:05
O premiado Bacurau, de Kleber Mendonça Filho, abre a programação neste sábado (29) (Foto: Divulgação)

Sala Walter da Silveira abre a programação do ano com filmes premiados

Seleção gratuita inclui longas como Bacurau, A Vida Invisível e Rocketman

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Sala Walter da Silveira, nos Barris, está reativando sua programação e começa 2020 com uma mostra que faz uma revisão do melhor do cinema nos anos 2018 e 2019. O festival Temporada de Premiados reúne produções de diversas nacionalidades e gêneros, em sessões com entrada gratuita deste sábado (29) até o dia 9 de março, sempre às 15h.

A programação tem início com o brasileiro Bacurau, que foi indicado à Palma de Ouro em Cannes e saiu daquele festival com o Prêmio do Júri. No longa de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, uma pequena cidade brasileira lamenta a perda de sua matriarca, Carmelita (Lia de Itamaracá), que viveu até os 94 anos. Dias depois, seus habitantes percebem que sua comunidade desapareceu dos mapas.

“Como a entrada é franca, acreditamos ser possível, com  mostra de premiados, democratizar o contato do público com as produções que tiveram maior repercussão no último biênio”, diz Adolfo Gomes, programador do cinema.

A programação segue na terça-feira, dia 3, com o chileno Cachorros. Mariana é membro de uma importante família chilena mas, apesar dos privilégios, encontra-se inteiramente infeliz em sua própria casa. Sentindo-se desprezada pelo pai e pelo marido, ela encontra refúgio nos braços do seu professor de equitação Juan, acusado de diversos crimes durante a ditadura.

Outro destaque é Rocketman, que conta a história do cantor pop Elthon John. O filme será exibido na quinta, dia 5. O brasileiro A Vida Invísível, pré-indicado do Brasil ao Oscar, está em cartaz no dia 7. E o documenário My Name is Now, Elza Soares encerra a mostra no dia 9.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas