Salvador recebe show da turnê nacional da banda Dead Fish

entretenimento
30.05.2022, 10:15:49
(Divulgação )

Salvador recebe show da turnê nacional da banda Dead Fish

A turnê celebra os 31 anos do grupo e visitará diversas capitais

A banda de rock Dead Fish volta a Salvador no dia 03 de junho e apresenta no Pelourinho (Largo Pedro Archanjo) o show que integra a turnê 30+1, celebrando os 31 anos de estrada, com ingressos à venda pelo Sympla. A banda é referência no cenário hardcore nacional e está percorrendo o país desde fevereiro com a turnê comemorativa, passando por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Belém e Porto Velho. O show em Salvador abre a temporada de apresentações no Nordeste, que contempla Fortaleza, João Pessoa, Maceió, Recife e Natal. 

A turnê conta com um repertório especial, trazendo canções de toda a trajetória do grupo. Entre as músicas que serão apresentadas, estão as do álbum Ponto Cego, lançado em 2019 com faixas inéditas de forte teor lírico e crítico sobre a situação política, econômica e social do Brasil, e as do álbum Lado Bets, de 2020, que levou as raridades da banda pela primeira vez ao streaming. 

Na agenda de shows para 2022, Dead Fish integra a programação de festivais importantes do país, como o Primavera Sound e o Somos Rock.


Os 31 anos da Dead Fish
A história do grupo começou em Vitória, Espírito Santo, no ano de 1991 quando a banda Stage Dive substituiu seu vocalista Marcelo “Suicidal” por Rodrigo Lima. A partir daí, os integrantes passaram a afiar suas habilidades com seus instrumentos e, depois que descobriram que já existiam bandas de mesmo nome, rebatizou o grupo para Dead Fresh Fish, que logo depois foi abreviado para Dead Fish.

Inicialmente tocando covers de Ramones, Bad Brains e Bad Religion, a banda passou a compor suas próprias músicas, fazer seus primeiros shows e a gravarem algumas demos até lançarem o álbum de estreia Sirva-se, pela Lona Records, em 1998, que vendeu mais de dez mil cópias em um ano, rompendo a barreira da música independente. Depois disso, a banda montou um selo próprio (que no começo era fictício), a Terceiro Mundo Produções Fonográficas, e lançaram o segundo álbum, Sonho Médio. 

No começo dos anos 2000, a banda passa por algumas mudanças, tanto nos integrantes, como na sonoridade e até mesmo no selo de seus discos, que passaram a ser lançados pela Deckdisc. Além disso, o grupo se vê em outro patamar ao receber o prêmio VMB na categoria “banda revelação”, lançando o DVD MTV Apresenta Dead Fish. 

Até hoje, a Dead Fish continua fazendo sucesso nacional e internacional, com lançamento de álbuns, promoção de shows e turnês, além de receber premiações importantes. A banda já passou por várias trocas de integrantes ao longo da carreira. Agora, sua formação atual conta com Rodrigo Lima (voz), Marcos Melloni (bateria), Ric Mastria (guitarra) e Igor Tsurumaki (baixo).
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas